21 de out de 2008

Reação a "The Graysons"

 Por Bill Walko <titanstower.com>

A CW abalou o mundo dos quadrinhos com noticias de um piloto em desenvolvimento chamado “The Graysons”, que “seguiria o mundo de Dick ‘DJ’ Grayson antes dele assumir a icônica identidade de Robin e aliar-se com Batman”. Parece que CW está pegando carona na bem-sucedida série “Smallville”, que está atualmente na 8ª temporada. Inferno, até os produtores são os mesmos. Fãs dos quadrinhos tem opiniões fortes sobre a série “Smallville”; eu não sou tão fã, apesar que segui a série durante a sua exibição. Mas goste ou não, não se pode discutir com o sucesso e apelo do programa perante o grande público.

DJ ou não DJ

Primeiro, deixe-me apenas mencionar que Asa Noturna é meu personagem favorito de todos os tempos. Ele tem uma das mais únicas e ricas histórias de qualquer personagem dos quadrinhos. E ele é um dos poucos a atualmente crescer na frente de seus olhos. Inferno, ele é uma das razões pelas quais eu criei o site titanstower.com. Então, “The Graysons”. O que um conservador de longa data vai achar?

Um monte de fãs linha-dura tem se oposto à idéia de chamar Dick Grayson de “DJ”. Eu não sou um deles. Eu acho que a DC deveria ter tirado vantagem de um dos reboots de continuidade dela (“Crise nas Infinitas Terras”, ”Zero Hora”, ”Crise Infinita”, escolha o seu) para alterar o apelido genitalioso de Dick [Nota do Tradutor: em inglês, “dick” é uma expressão de baixo calão usada para se referir ao órgão sexual masculino]. O nome completo dele é Richard Grayson, depois de tudo. Pós reboot, poderia facilmente ter sido alterado para Rick Grayson (Rick é ainda derivado de Richard e também rima com “Dick”). Vamos encarar, ninguém abaixo da idade de 15 escolheria ser chamado de “Dick”. Então, que seja, chame ele de DJ, está tudo bem. Esta também é a menor das minhas preocupações.

Conheça "Os Graysons"

Acredito que o programa encontrará alguns desafios em como misturar a história de Dick Grayson e os personagens do Universo DC em “The Graysons”. “Smallville” tinha a vantagem de todo o legado da família de Superman, amigos e inimigos. Eu não estou certo de quão bem-sucedida “The Graysons” seria em misturar se com a mitologia do Batman, desde que muitos daqueles personagens são específicos para as suas interações com Batman. E, especialmente, se Batman ainda não se mostrou em Gotham. Quem sabe o que os produtores estão planejando? Muito como Smallville, espero que “The Graysons” tome algumas liberdades com o Universo DC suas linhas de tempo.

Então, o que eu espero enquanto um fã de Dick Grayson (ou, “DJ” Grayson)? Antes de mais nada, acho que eles precisam compreender completamente o personagem do próprio de DJ. Ele é honesto, leal, esperto, próximo a sua família, superprotetor e perigosamente curioso. Eu acho que também é importante descobrir jeitos de impulsionar as histórias. Se dependesse de mim, faria o episódio piloto tomar lugar dias após os avistamentos do misterioso Batman na cidade de Gotham. Intrigado por esta lenda urbana, um DJ com 14 anos de idade seguiria intensamente estas aventuras maiores-do-que-a-vida do herói através dos jornais e mídia. Inspirado por este corajoso novo herói, DJ procuraria problemas conforme o Circo Itinerante Haley viaja de cidade em cidade, muitas vezes se metendo em encrencas, em situações que exigiriam suas habilidades acrobáticas e perícias detetivescas crescentes.

O seriado seguiria o progresso de DJ, conforme ele aprende a tornar-se um herói. Ajustando um pouco a linha cronológica de Robin/Batman, a morte dos pais de DJ teria ocorrido no último episódio, onde nós testemunharíamos a origem de Robin. Se isto acontece ou não depois de 3, 5 ou 7 anos dependeria da popularidade de “The Graysons”.

Circo Haley

O pano de fundo de um circo empresta a si próprio um elenco de personagens coloridos e interessantes. É também um jeito natural para o seriado introduzir uma variedade de personagens com estranhas habilidades. Aqui estão algumas sugestões para o elenco principal (você pode reconhecer alguns, fãs dos quadrinhos!):

John e Mary Grayson: De uma longa linhagem circense, John e Mary sustentam a orgulhosa tradição familiar e consideram o Circo Haley como seu lar e os residentes dele como sua família. Os Grayson não são donos do Circo Haley, mas o administram. Uma mistura entre apresentações à moda antiga e os espetáculos da nova era, Circo Haley também se torna abrigo para excluídos e aqueles amaldiçoados com poderes estranhos.

Grant “O Incrível Devastador” Wilson: Fãs irão saber que ele é o filho do Exterminador, destinado a morrer tragicamente como o primeiro Devastador. Mas nesta série, Grant seria um atirador inquieto e durão e, portanto, o arremessador de facas para o Haley. Grant fugiu de sua família um ano atrás. Ele é o melhor amigo de DJ Grayson, mas de muitos modos, os garotos são opostos polares. Com graves acessos de raiva, Grant seria o “bad boy” da série. Conforme a série prosseguisse, veríamos tensões se erguendo e encontros com o pai dele, o mundialmente famoso assassino secreto. A amizade entre Grant/DJ poderia dar ao seriado a mesma vibração que a condenada amizade entre Lex/Clark. Adicionalmente, o seriado ganha um fantástico vilão recorrente na forma do Exterminador!

“O Grande Zatara” e sua filha, Zatanna: Nos quadrinhos, Zatanna é uma heroína usuária de magia. Nesta série, ela não teria poderes, mas ela teria sua própria sacola de truques. O popular mágico e artista de fugas Zatara é acompanhado por sua esperta aprendiz e filha adolescente, Zattana. Zatanna (Zê, para encurtar) é amiga próxima de DJ, e a teimosa adolescente o ajudaria a sair de encrencas com o treinamento de escapismo e truques feitos com fumaça-e-espelhos. Zatanna estaria intrigada pelas aventuras de DJ, tornando-se a “parceira” dele, ou algo do tipo. E, Inferno, sim, ela vestiria fishnets no palco.

Lilith “A Sina” Clay: Fãs dos Titãs conhecem-na como Sina, a misteriosa leitora de mentes que buscou durante muito tempo as verdades por trás de suas origens. Para esta série, Lilith seria a mentalista – “A Sina” – no Circo Haley, capacitada a ler mentes e algumas vezes ver o futuro. Lilith também estaria numa busca para encontrar seus verdadeiros pais e tentar descobrir a fonte de seus poderes. Lilith muitas vezes tem medo de seus poderes e imagina se eles são uma benção ou uma maldição. Reservada e preocupada, Lilith é mostrada como a força e confiança de DJ. Lilith proporciona alguma vibração de “superpoderes” ao elenco, mas sem ofuscar DJ. A presença dela também abriria possibilidades de novas histórias no inexplicado e no sobrenatural. Os poderes dela também ajudariam DJ a procurar crimes de cidade em cidade.

Para a primeira temporada, eu criei um arco de temporada com dois dos residentes do Circo Haley: O bizarro cérebro-em-um-jarro chamado “O Cérebro” e o genial gorila falante, Mallah. Os dois maquinadores recrutariam companheiros aberrações (Houngan, Phobia e outros) e cometeriam crimes secretos conforme o circo viajasse de lugar em lugar. Vendo a si mesmos como unidos na esquisitice, Cérebro e Mallah se refeririam ao enclave deles como “A Irmandade”.

Trazendo no Universo DC

É um pouco mais difícil imaginar nos Bat-Perasonagens, mas eu adoraria ver uma “parceria” com uma Bárbara Gordon adolescente pré-Batgirl, um encontro com a aberração de parque de diversões Croc, um encontro com a misteriosa ladra conhecida como Mulher-Gato. E, para impulsionar, o que é um circo sem um palhaço? O circo seria o perfeito pano de fundo para “O Maior Espetáculo da Terra” versão Coringa, com suas próprias atrações de circo distorcidas. Poderia ser bom, em temporadas posteriores, DJ Grayson encontrar um precoce Tim Drake ou um moleque de rua com atitude chamado Jason Todd. Alguns outros personagens que poderiam ser úteis em “The Graysons” incluiriam Cara-de-Barro, Lady Shiva, David Cain, Hera Venenosa, Vaga-Lume, Chapeleiro Louco e Espantalho.

Personagens dos Titãs são um pouco mais fáceis, desde que muitos deles são adolescentes e se ajustariam bem com um DJ Grayson em idade similar. Também, os Titãs compartilham de supercaras sem poderes, assim como adolescentes que receberam poderes acidentalmente e com os quais têm problemas em lidar. Posso imaginar histórias que envolveriam o arqueiro Roy Harper (Ricardito) em um papel recorrente como rival de Grant, a criança de parque de diversões Mutano, e talvez o resto da esquisita Patrulha do Destino com ele (especialmente se a série puder estabelecer uma versão da “A Irmandade”). Alguns outros Titãs que se ajustariam no universo de “The Graysons” seriam Aqualad, Ravena, Ciborgue, Wally West, Magenta, Danny Chase, Labareda, Trovão & Relâmpago e Pantha. E com Grant e Slade Wilson por perto, seria grande ver o resto do Clã Wilson (Joseph, Rose e Addie) eventualmente.

A série também poderia acomodar alguns dos mais famosos adversários dos Titãs, como Irmão Sangue (um perigoso líder de culto que se alimenta da energia dos seus seguidores), A C.O.L.M.É.I.A. (uma vasta rede criminosa), e até mesmo Lince e Vigilante como adolescentes. Com Lilith no elenco, também posso imaginar o seu irmão semente-ruim conjurador de ilusões, Haze, como um recorrente Nêmese/Inamigo. Eu também poderia ir na onda da série animada e mostrar Chip como um irritante terror tecnológico adolescente e X como um misterioso ladrão.

Então há a própria galeria de vilões do Asa Noturna. Arrasa-Quarteirão serviria como um útil nêmese recorrente com uma vasta rede de crimes. Também seria natural para DJ Grayson encontrar as Coelhinhas, uma dupla de ladras acrobáticas.

Alguns outros personagens da DC ajustariam-se em “The Graysons”, tais como Rastejante ou Desafiador (que tinha origens circenses próprias).

Ei, CW, se vocês precisarem de um consultor, só me dar um alô!

Falando sério, no entanto, se o show quiser agradar aos fãs enquanto acerta seu próprio caminho, precisa ser fiel ao personagem de Dick Grayson e ao universo de personagens dele. Se o material fonte for tratado com respeito enquanto cria um programa que entretém, o seriado pode correr de forma bem-sucedida.

3 comentários:

Sandro Victoria disse...

Cara,o que falar sobre o que foi dito?Nada mais a acrescentar. Parabéns,Ed,pela matéria do Bill.E o que foi dito é a mais pura realidade.Se bem explorado,desse jeito que foi dito,ninguém ficaria emburrado,como ficam com smallville.Espero que te consultem,Bill(hehehe).
Obs.: E eu tb sou um fãzaço do Asa Noturna.

Rodrigo broilo disse...

Se for assim eu viro viciado!

Bebe; disse...

Love Mister Grayson, mas o medo do que vão fazer (porque a probabilidade de eles serem RACIONAIS feito você, visto o remendo que é Smallhação Ville é muito, muito pequeno...)

Quero que saia não O.O

Save Nightwing