19 de ago de 2009

Resenha - Titans #16

Roteiro: Cris Yost
Arte: Angel Unzueta e Wayne Faucher
Cores: Edgar Delgado

A Considerable lack of joy

A edição que dá destaque à Estelar inicia-se com a personagem narrando seu sonho para a Dra Claire Foster - Terapeuta que mantém seu consultório em Metrópolis.

Kory vinha sentindo-se isolada e explosiva. Em meio a isso, ela tentava se aproximar arduamente de seus amigos Titãs, mas todos estavam ocupados levando sua própria vida. Ao procurar Donna, Kory é aconselhada a fazer terapia.

Naturalmente, em meio à razão de tentar se encontrar no mundo, Kory ainda estava transtornada devido a seu relacionamento sempre mal resolvido com Dick Grayson.

A estória toda é voltada à sessão terapêutica. Kory fala de seus medos, de seus problemas com Dick, de como os Titãs são importantes para ela e do fato de não entender a necessidade daquela conversa.

Ela demonstra momentos de ira, calma e frustração. Principalmente quando se lembra do momento em que foi subjugada pelos "justificadores", durante o uso do elmo que continha a equação anti-vida. Outro momento que a enfureceu também foi lembrar-se de uma luta contra a Intergangue, tendo Mon-El como aliado.

A terapeuta mostra à Kory que ela sempre vem fazendo o máximo para proteger a Terra e seus habitantes. E, como seus amigos Titãs, ela deveria procurar pensar mais em si mesma e manter um ciclo de liberdade, procurando algo fora dos Titãs.

Kory parece perceber isso e acaba em lágrimas, dizendo que entende que sempre estará no coração de Dick e que ela o amará eternamente.

A edição termina com a Kory admirando o espaço, em lágrimas, observando o Satélite da Liga, o que indica que ela aceitará o convite de Víxen, feito nesta mesma edição, para se aliar à Liga da Justiça.

Opinião

Eu estava esperando muito este destaque para a Estelar. Kory tem um potencial absurdo e eles sempre tentam manter essa dependência ao Dick. Tomara que isto tenha acabado de vez, mesmo que eu sempre tenha torcido para que o Dick ficasse com ela ao invés de ficar com Bárbara.

O autor demonstrou grande conhecimento da personagem. Conseguiu criar elos entre os recentes fatos, como Crise Final, e o passado, além de demonstrar maestria ao lidar com a temática psicológica. Gostei muito da sessão de terapia. Interessante também já foi ter-nos apresentado Mon-El com ligação aos Titãs, uma vez que serão companheiros na nova Liga de Robinson.

Espero que a Kory tenha seu merecido destaque, mas que não perca o elo com seus amigos Titãs.

Unzueta, belo capista, trabalhou melhor em relação ao arco "Deathtrap", talvez pelos prazos.

Nota-se que essas edições "spotlights" vêm mesmo para traçar um fim à união destes mesmos personagens, por ora. Cada um querendo levar sua vida sem a ligação com o grupo em si. Não sei se meu lado fã torce o nariz pra isso, ou se temo o fato deles sempre serem cobaias nas mãos dos editores. Liga dos Titãs? Será que dará certo? O jeito é esperar...

Todavia, a edição voltada pra Kory foi excelente e dou 4 estrelas para a mesma.

4 comentários:

Kid Leo disse...

agora que estão dando esses especiais que Titans está ficando bom... é uma pena que logo agora o grupo vai virar a Liga... rsrsrs

BLACK disse...

pow!, essa historia parace muito boa, a kory não é kory sem explodir, mas eu sou dos leitores classicos, torço pelo certo, DICK E BARBARA 4EVER!!

Sandro Victoria disse...

Gostei da edição e,apesar de não estarem juntos,foi legal ver dick e kory de novo.
Torcer pelo certo,black,é torcer para Dick e Kory e não com a Barbara,hehehe.

Diana disse...

Com aqueles dois não tem jeito... tenho certeza que quando se reencontrarem na Liga vão se pegar de novo. Dick e Kory Forever!