7 de jan de 2010

Morrison e Titãs

No encadernado de luxo JLA Deluxe V1, há uma introdução de Eddie Berganza afirmando que Grant Morrison queria assumir os Titãs na década de 90, mas a DC já havia se comprometido com Dan Jurgens e George Pérez. Assim, Eddie sugeriu ao editor Ruben Diaz que o autor assumisse JLA.

Pessoalmente, não sou grande fã de Morrison, entretanto, acredito que teríamos algo bem interessante.

14 comentários:

Uchoinha disse...

Podia fazer um exercício de como seriam os titãs do Morrison, o que acha?

Duela, tomando banho de chuva no jardim botânico! disse...

O lado sombrio dos Titãs viria a tona.
Relações doentias de co-dependencia.
Paranóia coletiva.
Sexualidades em conflito.
Estelar teria transado com todos(as) os Titãs.
O mau carater de Dick Grayson se revelaria.

seria a fase mais DIVERTIDA que os Titãs já teriam vivido!

Éden disse...

sobria ele gosta de coisas sobrias tipo estilo gotico e coisas afins? como assim paranoia?
e co-dependencia.
sexualidade quer dizer se é hetero ou homo?
to enteressado alguem me indica o titulo e a epoca de algum trabalho dele eu quero ver se encontro la no darkseid club. fiquei interessado. se ele fosse fazer algo melhor com os titãs e principalmente com ravena eu ficaria uito feliz.

Sandro Victoria disse...

Prefiro nem pensar nisto. Ainda bem que ele não foi.

Duela, luz, luz, luz e caminhos abertos! disse...

Eden.

Trabalhos de Morrison na DC:

Homem Animal (1988/1990)
Asilo Arkham (graphic novel 1989)
Patrulha do Destino (1989/1993)
JLA (1997/2000)
Seven Soldiers, Monstro do Pantano, Kid Eternidade, Hellblazer, etc...

Com certeza ele teria feito uma Ravena perfeita!

Tarcísio Aquino disse...

Concordo com a Duela... A Ravena teria sido perfeita...

Éden disse...

ele e bom com personagems assim é ou simplesmente ele não violaria o ser do personagem fazendo ela do geito que é.
se ela faria uma ravena perfeita en~toa eu gostaria dele.
desse monstro do pantano eu ja ouvi falar muito bem, eu vou procurar pra ver o que eu consigo sobre o trabalho dele.

Anônimo disse...

eu nao lembro do Morrison ter trabalhado com o Monstro do Pantano alguma vez. Foi o Alan Moore que trabalhou no Monstro do Pantano e que escreveu as melhores historias deste personagem.

Nao sei se gostaria dele nos titas, o cara e bom pra fazer historias surrealistas (se bem ultimamente ele nao tem escrito nada muito bom), mas tal vez ele conseguise surprender como fez com a Liga da Justiça

Kildare disse...

Bom, pelo menos seria um grande nome dos quadrinhos emprestando um estilo todo próprio de escrever os personagens. Poderia dar certo, pois os atuais roteiristas, mesmo tentando "copiar" a fórmula de sucesso de Wolfman, não conseguem emplacar os Titãs...

Rodrigo Garrit disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Rodrigo Garrit disse...

Titãs do Morrison:
Ravena seria uma feiticeira zen budista, Cyborg se tornaria um vírus de computador vivo, Estelar sofreria mutação e ganharia mais dois pares de braços, Mutano aprenderia a desenvolver novas formas, como por exemplo a de um Devorador de sóis. Asa noturna e Donna Troy finalmente teriam em caso e Jericó ficaria preso dentro do corpo de sua irmã, a Devastadora, e teria um relacionamento ao mesmo tempo hetero e homossexual com Hank Hall, o Rapina.
Bem, acho que seria algo assim...

Duela saiu pra passear disse...

Cyborg como virus de computador seria demais!

Tarcísio Aquino disse...

Não curto muito o Morrison, mesmo. Entretanto, Animal Man foi sublime.

Mas acho que a Ravena, nas mãos dele, seria muito interessante. Explorar seu lado místico podia ser legal nas mãos do Morrison.

O surrealismo iria imperar...

Éden disse...

copiar a formula do wolfmam, Kildare, desde de quando se copia a formula de uma receita de bolo anotando os ingredientes de uma feijoada?