12 de ago de 2010

CBR entrevista J. T. Krul

Há alguns dias atrás Krul cedeu uma entrevista para o Comic Book Resources (CBR) falando sobre a sua formação dos Novos Titãs. Confira abaixo a entrevista:

CBR News: Você é um fã de longa data dos Novos Titãs? Você tem um Titã favorito?
J.T. Krul :
Estive lendo "Teen Titans" durante anos e anos. Meu novo Titã favorito, ou a retornar para uma equipe, é a Devastadora. Ela é muito dinâmica e complexa e eu gosto da marginalidade e da atitude que ela traz para a equipe. Ela evoluiu a partir de um membro completamente ofensivo da equipe e encara este benefício e, francamente, a necessidade de estar com os outros Titãs. Para melhor ou pior, eles são a sua família - muito mais do que Slade nunca vai ser, é claro.

O que separa os Titãs de outras equipes, como a Liga da Justiça e a SJA?
Eles são jovens heróis fazendo o seu caminho no mundo, sozinhos. Considerando que os heróis mais jovens da SJA tem seus mentores ao redor, os Titãs estão mais sobre “trilhar” o seu próprio caminho. Quero dizer, Dick [Grayson] foi um dos fundadores, mas ganhou um novo status, mesmo que ele fosse considerado seria uma espécie de renegado para esta equipe. A Liga da Justiça são os grandões, os pesos pesados que vão contra as piores ameaças, e é isso para o qual os Titãs estão se preparando. Eles querem estar prontos quando necessário.

A formação que você estará apresentando - ou seja Superboy, Moça Maravilha, Kid Flash, Ravena, Mutano e Devastadora - será explicada ou vamos abrir o seu primeiro arco com esta equipe já formada?
Nós vamos começar com a nova formação. Para ser honesto, a maioria destas personagens já estava ao redor. Devastadora é o único retorno fora do horizonte, por assim dizer. Cassie, Gar e Ravena já estavam lá, e Conner e Kid Flash, recentemente retornaram. Decidimos desde o início que nós não queremos fazer uma história de remodelação geral, observando Cassie e Gar olhando fotos e pensando em construir uma equipe. De muitas maneiras, este é um novo começo e nós queríamos começar do zero. Quanto a esta linha de frente, nós queriamos voltar ao núcleo da Justiça Jovem, os grandes sucessos que tornam esse título tão grande. Não é desconsideração com os que partem – Super-Choque, Besouro Azul, etc - mas nós sentimos que esta é a “Lista A” para os Novos Titãs. Outros virão para ajudar na estrada, mas eu não queria uma equipe de dez. Eu queria ser capaz de concentrar mais neles como indivíduos.

Conner e Bart são dois membros que se beneficiaram de um renascimento. Você pode falar sobre a importância dessa relação particular à composição geral da equipe, e também sobre a ligação dos dois super-heróis com os pesos pesados Barry Allen (Flash) e Superman?
Tendo regressado da sepultura e do futuro, Bart e Conner, obviamente, ainda estão lidando com estar de volta em um território familiar. A situação é a mesma, mas muita coisa aconteceu desde então. Isso, naturalmente, entra em jogo. Estes não são os mesmos Kid Flash e Superboy que estavam no time antes. Mas a partir de uma dinâmica de equipe, é bom ter seus velhos amigos de volta.

E quanto à relação de Moça Maravilha e Superboy? As coisas foram um pouco tensas ultimamente entre Conner e Cassie. Isso vai ser resolvido?
Cassie e Conner têm tido seus desentendimentos recentemente, e isso definitivamente vai ser abordado.

Enquanto Cassie é a líder da equipe, Gar surgiu, mais uma vez, como um membro a assumir, também. Isso vai continuar com o retorno de Conner e Bart? E como a sua relação, ou a falta dela, afetará a dinâmica de equipe e a liderança?
Gar esteve ligado a muitos Titãs ao longo dos anos, e nós realmente estamos focando no aspecto família da equipe. Eles enfrentam alguns vilões bem desagradáveis no decorrer de um dia, e eles podem ter alguns atritos, especialmente com alguém como Damian surgindo, mas todos eles cuidam uns dos outros. Eles realmente estão tentando trabalhar juntos.

Sim, nós ficamos sabendo sobre o aparecimento de Damian no título através da arte de sua parceira, Nicola Scott. Ele é um dos "outros" que entrarão no jogo ao longo do caminho?
Na verdade, eu não posso dizer muito sobre ele, além de que Damian é definitivamente bem vindo para o "passeio".

OK. Com Devastadora na equipe, seu título se cruzará com os Titãs de Eric Wallace?
Dizer que Devastadora e Exterminador tem negócios pendentes seria um enorme subavaliação. Estou certo de que seus caminhos se cruzarão, para não falar das espadas, mas por enquanto eu estou tentando manter os Titãs na sua ao máximo. Eu sinto que precisamos estabelecer essa nova dinâmica de equipe e explorar as ameaças que enfrentarão no seu canto do universo, antes de pular para um monte de “crossovers”.

Você pode compartilhar os detalhes sobre o seu arco de abertura? Especificamente, o que precisamos saber sobre ‘Feral Boys’ e se são com eles que nós devemos realmente nos preocupar ou há outro ‘Grande Lobo Mau’ puxando as cordas?
Os ‘Feral Boys’ são apenas a ponta do iceberg que os Titãs enfrentarão dentre as novas ameaças de um novo vilão que eu vejo como alguém que desafia os Novos Titãs há muito tempo. Eu quero criar alguns vilões que têm uma ligação com os heróis especificamente desta equipe e não apenas aqueles que têm uma história com os Titãs como um grupo.

Será uma fase sem data de término ou você está nos "Novos Titãs" para uma quantidade pré-determinada ou tempo limitado?
Estou pensando em ser o escritor por um longo prazo. Sendo capaz de trabalhar com Nicola Scott, porque eu não iria querer ficar por aqui? Minha editora, Rachel Gluckstern, e eu temos falado em "Novos Titãs" por algum tempo e há um plano em prática que nos levará até a edição #100 e além. Estou entusiasmado com a possibilidade de trabalhar a fundo em um título e planejo fazer o máximo por ele.
Quanto ao que estará nas lojas, é a construção de uma equipe, novos vilões, e a estréia de um novo personagem Titã que vai se juntar à equipe no futuro próximo. Eu acho que é um grande momento para ser um fã dos Titãs.


Krul ainda disse gostar muito do trabalho feito por Geoff Jonhs e de tudo o que envolveu a Titã Terra, especialmente "O Contrato de Judas".

Um comentário:

Rodrigo Broilo disse...

Galera!
Eu não sou grande coisa em inglês, então se alguém for ler o original no link do CBR e ver algum erro de tradução que comprometa a veracidade das informações, por favor comente.
Vlw!