18 de nov de 2010

Judd Winnick fala sobre o Besouro Azul em Liga da Justiça: Geração Perdida

Em entrevista ao Newsarama, o escritor Judd Winick falou sobre o seu trabalho em Liga da Justiça: Geração Perdida. Judd falou sobre a ligação do título com Brightest Day e em como Maxweel Lord tem tirado proveito da sua missão de acabar com Magog, dada pela Bateria Branca.

Judd falou também sobre a presença de Jaime na série e sobre o pouco aproveitamento do Besouro Azul:

Ele se estabeleceu no DCU por mérito próprio. Mas temos ele aqui na equipe, e ele ainda parece muito jovem. Tem sido intencional colocá-lo em segundo plano, porque eu não acho que Jaime iria afirmar-se em torno a este grupo. Mas como estamos em movimento, acho que vocês podem vê-lo de forma incremental... ele faz a sua vontade conhecida. Ele é o único que questiona o que está fazendo.
Mas, dito isto, você vai vê-lo chegar mais à linha de frente com o seguimento da história.

Ao final da entrevista, Judd disse que tem planos para continuar escrevendo Jason Todd/Red Hood após o fim da mini da personagem.

Eu não tenho acompanhado JL:GL e não vi como foi a saída do Besouro dos Novos Titãs, já que era a fase de Felicia Henderson, mas em minha (humilde) opinião estava mais do que na cara que o Jaime não se encaixava no projeto. Ele pode ser o sucessor de Ted Kord, mas isso não o faz se encaixar na Liga da Justiça em seu lugar. Pelo menos nada de ruim aconteceu com o Besouro, ainda, já que ele saiu de uma bomba (leia-se Felicia) pra ir parar em outra (entenda-se Winnick).

Um comentário:

Ryo disse...

"Ao final da entrevista, Judd disse que tem planos para continuar escrevendo Jason Todd/Red Hood após o fim da mini da personagem."

Não, cara...não, não,não,não.
Porque não entregam o Jason para um roteirista decente, cara?