11 de mar de 2011

Tropa Sinestro


Depois que a Tropa dos Lanternas Verdes foi reorganizada com o retorno de Hal Jordan, Sinestro criou a Tropa Sinestro. Arkillo, um alienígena extremamente selvagem, escravizou todos os armeiros de Qward, forçando-os a forjar novos anéis amarelos continuamente. Esses anéis foram programados para romper a barreira entre os universos de matéria e antimatéria, na tentativa de encontrar e recrutar novos portadores para eles. Com isso, a Tropa Sinestro passou a recrutar membros ativamente, oferecendo seus anéis energéticos amarelos e um lugar na Tropa para aqueles que podiam instilar grande medo.

A Tropa Sinestro tentou levar Batman para seu lado por sua formidável habilidade de instilar o medo em outros. Entretanto, a força de vontade do Homem-Morcego, combinada a uma breve exposição prévia dele a um anel energético, lhe permitiu rechaçar o anel amarelo antes. O anel, então, procurou um substituto e selecionou Amon Sur, o filho de Abin Sur.

Após sua convocação, os membros da Tropa foram imediatamente enviados para Qward, onde são submetidos a um recondicionamento físico e psicológico e treinados por Arkillo.

Atuando em setores, os membros da Tropa Sinestro tinham como sede Qward. Embora a Tropa Sinestro use o medo e se oponha à Tropa dos Lanternas Verdes e aos Guardiões do Universo, Sinestro determinou que seu objetivo é trazer a ordem ao universo, o que ele afirma que os Guardiões falharam em fazer.

A Tropa de Sinestro tinha como guardiões o ressuscitado Antimonitor, Superboy Primordial e Superciborgue (líder dos Caçadores Cósmicos). Os dois últimos foram libertados de suas ciencelas em Oa por uma frota da Tropa Sinestro que atacou o planeta da Tropa dos Lanternas Verdes. Além disso, as forças de Sinestro também contavam com Parallax, na época possuindo Kyle Rayner.

À medida que a Tropa Sinestro emboscava diversos Lanternas Verdes em todo o universo, os Guardiões decidiram reescrever o Livro de Oa baixando 10 novas leis, sendo a primeira autorizando o uso de força letal contra membros da Tropa Sinestro. Enquanto isso, a Tropa Sinestro telentransporta sua Bateria Central para o novo Mundo Bélico rumo à Terra.

Chegando à Terra, uma guerra entre super-heróis, membros da Tropa Sinestro e da Tropa dos Lanternas Verdes começa. Enquanto isso, os Titãs enfrentavam suas versões futuras, os Titãs do Amanhã. Durante a batalha, uma das sondas de Starro surgiu como membro da Tropa Sinestro usando cinco anéis energéticos amarelos e controlando diversos vilões e membros do Exército Titã do futuro. Este Starro acabou sendo destruído pela versão futurística de Bart Allen.

Nisso, o Antimonitor desembarca do Mundo Bélico transformando as energias da Terra (Pedra fundamental do Multiverso) e dos mundos paralelos que nascem dele, criiando uma muralha de antimatéria que devastaria toda a superfície terrestre. Em seguida, Sinestro foi derrotado num combate mano a mano com Hal Jordan e Kyle Rayner. Já o Antimonitor foi parcialmente destruído pela a explosão do Mundo Bélico, destruindo o Superciborgue no processo. Porém, Antimonitor sobreviveu, mas Superboy Primordial o lançou no espaço. Logo depois, Primordial foi transportado para o Multiverso pelo sacrifício de um Guardião do Universo. Com Sinestro preso, a guerra terminou.

Mais tarde, um largo contingente da Tropa foi controlado por Mongul, que derrotou Arkillo num combate. Porém, uma outra facção da Tropa libertou Sinestro, que estava sob controle dos Lanternas Vermelhos. Durante a Noite Mais Densa, Sinestro recuperou controle total de sua Tropa após aprisionar Mongul num confronto em Korugar na Bateria Central Amarela.

Um comentário:

J. DAVID LEE disse...

Muito legal a matéria de vcs. Aqui vai minha contribuição. Lyssa DraK:
http://1.bp.blogspot.com/_NJTjGnKwTjI/S7YezxvRlOI/AAAAAAAAD7E/MgjMrdQDzAo/s1600/lyssa_drak_abr10.jpg

Abração.