17 de jun de 2011

DCnU - Fatos e Desabafo


A Editora DC Comics divulgou dias atrás a mudança que fará em todo o processo editorial, criativo e de conteúdo de seus personagens. Muitos fãs, inclusive o que vos escreve, ficaram frustrados ao perceber que anos de paixão e entretenimento podem ser totalmente descartados. Não pretendo julgar a Editora pela mudança, mas também não posso omitir minha decepção.

Deixo claro que é minha opinião. Conheço leitores antigos que querem dar uma chance, enquanto outros estão abandonando a DC (pelo menos no primeiro momento). E olha que a maioria dos fãs antigos estão revoltados. Há um artigo no CBR News discutindo, através de uma pesquisa, quais os títulos que os leitores iriam adquirir. Dos 52 títulos, apenas JUSTICE LEAGUE, GREEN LANTERN, BATMAN, BATWOMAN, AQUAMAN e ACTION COMICS ultrapassaram a linha dos 50%. Os outros 46 títulos não demonstraram ter interessado fãs (sejam aqueles antigos e descartáveis ou os futuros). Claro que isto não dá parâmetros para sabermos se a tática de Marketing terá sucesso. Entretanto, reflete o desinteresse por esta mudança.

Claro que mudanças são bem vindas e até concordo com o Sr. Lobdell (nos "quotes" que você pode ler abaixo) quando ele cita que os Titãs são o grupo que mais sofre mudanças... Entretanto, quais mudanças? Todos os grupos da DC sofrem alterações, desde Justice League ao Esquadrão Suicida. Os Titãs sofrem, sim, mas como a "Malhação" do UDC. São estagiários para uma função que sempre será exercida pelos medalhões. Nunca fui a favor do termo "Graduação", que tantos defendem. Cada personagem tem seu lugar no UDC e não precisam de rótulos para se garantirem. Se Superman tem seus fãs, Gnarrk tem os seus. É controverso!

Particularmente, eu até aceitaria esta nova fase caso a origem do grupo se mantivesse. Eles poderiam até rejuvenescer e ter alguns arcos alterados. Mas como esquecer do Contrato de Judas ou do Terror de Trigon? Os editores e autores mantêm a posição de que não se trata de um reboot. Como? Se as solicitações mostram que, pelo menos, no Universo dos Titãs eles nem mesmo se conhecem? É um tapa na cara dos fãs de longa data.

Decidi não dar mais suporte à DC comprando alguns títulos. Parei com tudo. Caso eles provem que possam me respeitar, até retorno. Alguns defensores dizem que não possuímos os direitos autorais dos personagens. Sei que não... Mas pagamos a eles para existirem! Então, não gostaria de ter esta sensação de traição.

Quando as notícias saíram, eu pensei em até mesmo em deixar o blog como está. Mas conversando com amigos, leitores e familiares, eles me convenceram de que estamos fazendo história com estes personagens. Podemos manter o legado ativo, na Torre e No Titans Tower. Portanto, iremos postando notícias, sim, sobre tudo que acontece neste universo, mas principalmente, postando tudo que nos fez nos apaixonarmos por eles nas fases passadas.

Afinal, somos Titãs!

Abaixo, segue alguns "quotes" que adaptei de várias entrevistas ao redor da web (NEWSARAMA, BLEEDING COOL, TITANS TOWER, COMICBOOKRESOURCES, etc). Leiam e julguem como quiserem.

Agora vou pegar o arco FUGITIVOS para matar a saudade.

Titans Together!



Cully Hamner:

Sinceramente vocês não viram o visual final da Mulher Maravilha. Não tenho tanta certeza se houve tanta mudança como vocês pensam. Na verdade, muitas das imagens divulgadas não representam a arte-final. Muitas mudanças estão por vir assim que os títulos forem lançados.


Harras e Berganza:

Mudanças? Sim! Reboot? Não! Enquanto planejávamos os relançamentos para Setembro, o grupo editorial da DC trabalhou em um linha cronológica que detalha a história do universo. Tudo do passado que eles acreditam que seja importante e relevante serão preservados. Estórias como BLACKEST NIGHT, BRIGHTEST DAY, CRISE DE IDENTIDADE, MORTE EM FAMÍLIA e A PIADA MORTAL continuam fazendo parte do UDC. Em relação a outros arcos da editora, esperem e vejam!

Os autores terão autonomia para decidirem se os arcos serão extensos (5 ou 6 edições) ou se trabalharão em algum one-shot. Entretanto, sempre haverá ganchos para a continuidade. Assim sendo, não estamos ditando uma regra específica para a reformulação, até mesmo porque traçamos uma linha e cada autor fará seu trabalho. Em Batman, por exemplo, poucas coisas serão alteradas, ao contrário de Superman.

As estórias se passam na Nova Terra, e não em alguma outra Terra paralela. Haverá muitas mudanças, sim, mas nada que descaracterizem os personagens.


Scott Lobdell:

O que sempre admirei nos Novos Titãs é a capacidade que eles têm de "mudar". De Robin, Dick se tornou Asa Notura e, em seguida, Batman; Donna se tornou uma das mais poderosas heroínas da DC; Wally tornou-se Flash, etc... Qual outro título permite que seus integrantes amadureçam desta forma? A formação do grupo foi realmente muito vibrante ao longo dos anos. Com tantos personagens, fiquei tentado em escolher vários deles como, por exemplo, Miss Marte, Látex, Natasha Irons, Duela Dent, Lilith, Abelha, Kid Demônio e até mesmo o Gnarrk. Talvez eu os use, mas tive que escolher e, bem, decidimos pelo grupo da Justiça Jovem e mais três personagens novos [Charcoal Girl, Bugg e outro].

Cada "geração" de fãs do grupo elegeu seus personagens favoritos. Para alguns eram os originais, para outros os da fase Wolfman/Pérez ou Dan Jurgens. Imaginem os fãs de Cassie ou Tim, por exemplo. Se Donna jamais tivesse se "graduado", Cassie jamais teria sido a Moça-Maravilha. Então, os Novos Titãs caracterizam mudanças e espero que gostem do que irei fazer com eles!

Neste novo universo, Tim ainda descobriu a identidade de Batman e se tornou Robin; Cassie continua como filha de Helena Sandsmark; Conner continua sendo o clone de Lex Luthor e Clark Kent, etc. Muito de suas histórias será mantido. Haverá alterações, sim, mas sei que vocês serão capazes de reconhecê-los em 95%. Isso está sendo feito para que novos leitores possam acompanhar e admirar os personagens e fãs de longa data possam se adaptar sem estranhar seus personagens favoritos.

O mesmo posso dizer sobre RED HOOD AND THE OUTLAWS. Ou seja, Kory, Roy e Jason são personagens que vocês conhecem e os reconhecerão imediatamente. Jason, inclusive, terá sua história mantida. Roy fora usuário de drogas e Estelar, por sua vez, fora aprisionada durante uma guerra e manterá sua paixão pela vida e liberdade.


Brett Booth:

Sinto muito por aqueles fãs que estão frustrados. As vendas estavam baixas e as coisas precisavam mudar. Vamos esperar para ver o que acontece em Setembro. Mas posso garantir que a nova fase é sólida e divertida. Leiam as primeiras edições e julguem depois.


Jim Lee e Dan Didio:

Os Novos Titãs são uma franquia muito importante para o UDC. Então, precisávamos adaptá-la para uma audiência contemporânea. Teremos algumas alterações no passado de seus integrantes, mas garantimos que eles continuam sendo os mesmos personagens.



LEGADO É RESPEITAR A HISTÓRIA E OS FÃS!

4 comentários:

Eder disse...

Concordo totalmente com o que você escreveu, Tarcísio.

Esse reboot foi um banho de água fria nos fãs que acompanham as histórias da editora a tantos anos.

É claro que a DC é uma empresa que visa lucros e nós fãs só podemos garantir que as revistas continuem sendo produzidas se as comprarmos.

Mas não é tornando os personagens queridos irreconhecíveis que a DC vai manter estes fãs.

Rodrigo Garrit disse...

Que saco....

Guerra Secreta disse...

Tudo voltará ao que era antes (impossível de 10 anos pra cá um UDC sem a Sociedade da Justiça, eles sabem disso)Nós que já estamos acostumados com maxi séries , devemos entender que isso é SIM, uma grande estratégia de marketing , para sim, atrair novo fãs e em um ano o universo tradicional volta, com elementos que deram certo e provavelmente os titãs com seu legado intacto. Por hora, só posso dizer pra toda essa lamentação...
Q. saco
Q. saco
Q. saco
Abraço em todos

Tarcísio Aquino disse...

Esta me chamando de chato, Vic? Hehe