18 de jun de 2011

Exclusiva - Eric Wallace fala sobre TITANS

Com TITANS #24, o roteirista Eric Wallace trouxe consigo uma grande mudança para o grupo, com o Exterminador liderando um grupo de personagens moralmente ambíguos. Eric tomou um pouco de seu tempo para responder às quetões sobre sua jornada no título, incluindo sua visão para os diversos membros do time. Confiram!

TT: Como surgiu este novo conceito para a franquia TITÃS?

EW: Bom, o Exterminador já estava escalado para liderar este grupo de Titãs quando fui convidado a assumir o título. Como fã de longa data do personagem, aceitei imediatamente. Naquele momento, a DC já havia decidido que Slade iria liderar um grupo contendo Lince e Arsenal. Entretanto, não tínhamos ideia de quem os acompanhariam. Imediatamente, sugeri o Tatuado - personagem com quem eu havia trabalhado na minissérie FINAL CRISIS AFTERMATH: INK. Realmente, não tínhamos certeza de quem integraria o grupo ao lado daqueles personagens.

Mas, o conceito "Vilões de Aluguel" surgiu durante uma reunião com meia dúzia de grandes roteiristas e editores da DC. Foram dias de muitas discussões sobre conceitos radicais. Foi assim que a ideia se concretizou.

TT: Sua primeira experiência com os Titãs foi em TITANS #14, estrelando Cyborg. Naquele momento, você já sabia que iria assumir o título?

EW: Fui chamado a roteirizar TITANS #14 na última hora. Tive que assumir e escrevê-la muito, mas muito rapidamente. Realmente não tinha ideia de que me ofereceriam algo tão especial. Tudo começou alguns meses depois de INK ter se concluído. Então, não saberia que iria assumir TITANS. Pra dizer a verdade, nem sabia o rumo da série quando escrevi aquela edição.

TT: Como você escolheu os personagens que seriam liderados pelo Exterminador?

EW: Como disse antes, Exterminador, Arsenal e Lince foram escolhidos antes mesmo de eu assumir o título. A DC, em seguida, aceitou minha sugestão para o Tatuado. Em relação a Osíris, Geoff Johns me deu a brilhante ideia de adicioná-lo ao grupo, devido às suas recentes aparições na série BLACKEST NIGHT. Assim, restava apenas mais um, que resolvi criando exclusivamente para a série - Cinder.

TT: Quais personagens foram considerados para aderirem ao grupo, mas não foram escolhidos?

EW: Bom, eu queria muito que Donna Troy estivesse entre eles, mas ela já estava comprometida com a LJA de James Robinson. Também desejei Zauriel, até mesmo porque queria trabalhar o componente espiritual com a equipe. Sempre senti que a Ravena contribuía muito para o antigo grupo, em todas as suas fases. Mas, infelizmente, não pude usá-lo.

TT: Como é sabido, você trabalhou na minissérie FINAL CRISIS AFTERMATH: INK. O Tatuado se redimiu durante FINAL CRISIS, chegando a se aliar à LJA, naquele momento. Então, devido aos fatos que ocorreram em sua vida, Mark retornou ao lado "negro", como aliado do Exterminador. Acredita que Mark sempre terá esta natureza dúbia, ou ele ainda pode ser um herói?

EW: Acho que Mark sempre será vilão e herói, pois ele sempre comete erros com as razões certas. Ele tem um bom coração, quer ser bom, mas, infelizmente, acaba se aliando às pessoas erradas (como o Slade, por exemplo), levando-o a péssimas situações. Desde que deixou o grupo em TITANS #32, Mark tem a oportunidade de pensar mais claramente e ter uma nova perspectiva de vida. Mas não importa o quanto ele se torne herói, sempre será caçado pela morte do Amarra. Jamais conseguirá escapar disso.

TT: Lince sempre teve ligação com os Titãs, essencialmente através de seu relacionamento com Arsenal. Sua inclusão foi um gancho para trazer Roy ao grupo?

EW: Exatamente! Como visto em TITANS #25, quando foi atingida por uma bala, Lince convida Roy para se aliar ao grupo com o único propósito de receber sua ajuda para se vingar do Exterminador. O ódio mútuo que compartilham por Slade acabou unindo-os novamente. Mas isto vai mudar em julho, durante os eventos de TITANS ANNUAL.

TT: Falando em Roy, muitos fãs (me incluindo) odiaram o que aconteceu com o personagem. Sua filha - Lian - sempre foi bem quista pelos leitores. Sabemos que certas decisões são tomadas para aprimorar novas estórias, mas qual sua opinião sobre a morte de Lian?

EW: Como pai, odiei vê-la morta. Mas como roteirista, entendo que isso deveria realmente acontecer para mudar o destino de Roy – para um lado sombrio. Desde então, Roy vem confrontando seus maiores temores. Ele está no fundo do poço, mas muito em breve tudo começará a mudar e ele encontrará a luz, novamente.

TT: Roy passou anos livre do vício das drogas, mas os fatos recentes levaram-no à recaída. Agora, descobriu que fora drogado com Bliss, por Slade. Sabemos também que o Eléktron irá precisar da ajuda de Roy para deter Slade. Será que Roy irá ajudar seus antigos amigos e a família Titã? Acha que ele pode ser salvo?

EW: Sim, Roy pode ser salvo. Acredito que todos podemos, não importa a intensidade de nossos erros. Acredite ou não, sou uma pessoa muito otimista. Saiba que este caminho sombrio do título surgiu apenas para salvar alguns personagens. Bom, Roy será salvo, mas não todos naquele grupo. Terá que esperar até o fim de "The Methuselah Imperative" para descobrir quais personagens encontrarão a luz.

TT: Cinder é uma linda, interessante e perigosa italiana. Como foi o processo de criá-la? Inspirou-se em algo especial? Será que veremos mais sobre o passado dela e sua ligação com Nursery Cryme? Muitas pessoas acharam que fosse Inferno, do antigo grupo do Slade - Titãs do Leste.

EW: Amo muito a Cinder, como personagem. Ela é tão resolvida e poderosa e, ao mesmo tempo, delicada e emocionalmente frágil. Ao criá-la, inspirei-me no amor que sinto pela cultura italiana, adicionando o conceito de um forte soldado. Antes de ter se tornado Cinder, Carla Moretti foi membro do Esquadrão anti-bomba Italiano. Lá, ela aprendeu a encarar a morte e salvar vidas. Acho que este tipo de personagem, que não tem medo de como morrer, poderia ser um interessante tipo de anti-herói.

Claro que seu passado - ter sido abusada sexualmente - vem antes da milícia. E mesmo não sendo a causa, Nursery Cryme terá um papel importante no futuro da personagem. Ela não aceita o fato de que ele está livre, abusando inocentes. Tomara que eu tenha a chance de mostrar Cinder caçando-o, no futuro.

TT: Percebemos também que todos os arcos deste título podem estar conectados ao plano do Exterminador (Bliss, Allegra Garcia, Dominators, a morte de Ryan Choi, Drago...). Estes elementos terão papel durante o clímax da saga?

EW: Nem todos. O papel de Drago se encerrou em TITANS #36. Allegra, por sua vez, não aparecerá tão cedo. Entretanto, os outros elementos fazem parte de "The Methuselah Imperative", o próximo arco. E, sim, esta é a estória onde o plano de Exterminador finalmente é revelado.

TT: Falando de Osíris, temos visto seu desespero através de seus atos - as consequências para trazer sua irmã de volta. Agora, vimos também que Blaze tentará seduzi-lo. Na edição #35, notamos que Ísis percebeu que sua alma se corrompera. O que pode nos dizer sobre o destino de Amon? Veremos Adão Negro nas páginas de TITANS?

EW: Não veremos Adão Negro ou Blaze, por enquanto. Entretanto, o próximo capítulo da saga de Osíris se trata de como ele governará Kahndaq. Talvez seja o maior componente do próximo arco. Ísis também terá papel importante nesta estória. Como resultado, o relacionamento entre irmãos mudará dramaticamente.

TT: Jericó, um dos mais queridos personagens da família Titã, retorna ao título. Joey sempre foi vítima de sua própria mente, devido a seus poderes. Geoff Johns o redimiu nas páginas de TEEN TITANS, mas Winick tornou-o corrompido novamente em TITANS. O que podemos esperar sobre o status de Jericó? Ele sempre foi um personagem gentil, romântico... Podemos ver um pouco destas nuances de sua personalidade?

EW: Eu adoro o lado nobre e gentil de Jericó. Por isso eu o trouxe ao arco "The Metuselah Imperative". Ser corrompido tornou-se uma característica de Joseph. Assim, para ser curado, um preço dever ser pago. A questão é: Quem pagará por isso?

TT: É muito bom vê-lo trabalhando com personagens de suporte, como Sarah Simms, Mary Marvel, Jericó, etc. Você realmente parece conhecer e se preocupar com o passado do grupo. Poderia comentar algo sobre isso?

EW: Eu adorava ler NEW TEEN TITANS, quando criança. "O Contrato de Judas" e "Titãs Caçados" são meus arcos favoritos de todos dos quadrinhos. Também sou grande fã da Família Marvel. Assim, quando tive a chance de combinar Titãs e Shazam, fiquei muito feliz. Estes personagens, com quem cresci e me preocupo são muito importantes para mim. Então, tenho muito prazer ao continuar suas histórias hoje. Especialmente, estou muito feliz aonde Osíris e Ísis vão chegar em TITANS ANNUAL. Também gostaria de escrever mais estórias sobre a Mary Marvel, minha favorita da Família Marvel. Só o tempo poderá dizer se terei esta oportunidade.

TT: Os Titãs irão enfrentar a LJA em alguns dias. O que podemos esperar deste arco? Ou seja, Jericó e Roy irão se encontrar com Donna, Dick, Jesse e Kara. Haverá algum tom dramático?

EW: Em relação a Arsenal e aos Titãs, os demônios de seus passados finalmente irão se confrontar em "The Methuselah Imperative". Teremos alto grau dramático para ambos os lados. E, como a LJA busca vingança pela morte de Ryan Choi, eles também terão seus demônios para enfrentar, principalmente para Ray Palmer, que vem buscando arduamente uma resolução para este caso. Não é preciso dizer, mas este arco será um ponto crucial para os Titãs.

TT: Teremos novos personagens aliando-se ao grupo? Alguns Titãs antigos poderão aparecer? Miragem, uma Titã brasileira parece se encaixar no perfil do grupo. Pensou em utilizá-la?

EW: Não há planos para novos personagens, embora Miragem ser uma grande sugestão!

TT: Como você lida com com a crítica, especialmente vinda dos fãs mais devotos, que discordam com o rumo que o título tomou?

EW: Sendo honesto, ao mesmo tempo em que eu entenda de onde vem a crítica, tento ignorar. Se fosse o contrário, não teria condições de escrever o título. Por outro lado, há um grande número de fãs que aprovaram e que vêm sendo muito gentis. A eles, gostaria de dizer muito obrigado!

TT: Haverá um encontro entre Slade, Rose e Joey? Talvez um crossover com TEEN TITANS?

EW: Houve interesse de que a família se encontrasse. Mas tudo mudou. Então, não haverá tal crossover no momento.

TT: Após a conclusão acerca do plano de Slade, este grupo terá um fim?

EW: Bom, devido aos títulos de Setembro permanecerem ainda meio que secretos, não posso comentar sobre isto, no momento. Desculpe!

TT: Fabrizio Fiorentino e Cliff Richards são incríveis! Eles representam a dinâmica e o drama de seu roteiro de uma forma impressionante. Como se sente ao trabalhar com estes artistas e Philip Tan?

EW: Trabalhando com artistas tão talentosos como Fabrizio, Cliff e Philip realmente é fascinante. Cada um deles tem um estilo único que pode trazer algo de diferente ao título. O melhor de tudo é que eles são pessoas incríveis e profissionais comprometidos. Mais, não importa o quanto seja maluco o que lhes peço para desenhar, eles sempre fazem o trabalho melhor do que eu imaginara. Espero trabalhar com eles por um longo tempo.

TT: Gostaria de compartilhar mais alguma coisa?

EW: Acompanhei o arco "The Metuselah Imperative". Tal estória representa a junção de outras duas: O grande plano do Exterminador, que envolve seu filho, Jericó, e; outra de igual importância - a busca de justiça pela porte de Ryan Choi. Esta estória representa as consequências de quem vence e de quem perde.

TT: Gostaria de deixar alguma mensagem para os fãs?

EW: Sim! Quero agradecer a todos os fãs que me deram apoio. Recebi cartas e mensagens maravilhosas de alguns de vocês, que foram muito apreciadas. Assim, continuem lendo. O melhor ainda está por vir! Acreditem!

Um comentário:

Rodrigo Garrit disse...

Muito bom ver a acessibilidade dele aos leitores e a boa vontade em responder.... algumas ficaram no ar, mas mesmo assim foi bem legal ver o que ele falou sobre Jericó... Parabéns pela entrevista Tar, a cada dia vc se supera... não desanime, aguenta firme que as coisas vão melhorar.
Abração!