5 de mar de 2012

Lilith por Deo C'sar


Tive uma dificuldade inicial em desenhar essa personagem, - uma feiticeira num ambiente Celta é o que me foi proposto - porém só quando deixei-me levar pelas sensações é que ela surgiu. E pude perceber, depois, que cada elemento por mim colocado teve um significado atém mesmo místico.

Nasceu no mês de março, mês esse dos nativos de Peixes da astrologia. Leia o que vem a seguir, e depois reflita se não é a fotografia desta saudosa Titã:

"Pisciana de delicada sensibilidade , graciosa e quase etérica, sonhadora e profunda em suas reflexões, parece viver fora da realidade e que não lhe importa o mundo ao seu redor. Porém, pode se suceder que Peixes dê, também, no aspecto físico, um tipo distinto e oposto em sua expressão.

Bondosa, criativa e inteligente. Se tem um objetivo, é capaz de perseguí-lo com todas as forças até alcançá-lo. Não costuma guardar mágoas e perdoa com facilidade. Pode sonhar com dor e sofrimento porque tem um espírito muito humanitário, mas o amor não fica de lado. Os sonhos premonitórios também marcam presença, já que a sua mediunidade costuma ser muito acentuada.

Sentindo e pressentindo o que ainda virá, e o que já foi, tentando ensinar ao mundo a lição de todos somos partes de um mesmo organismo, que não há separação."

Esta ilustração nos remete também Lilith representando A Temperança, uma das lãminas do Tarô - Significa que a pessoa que atinge uma estabilidade maior. Conquistou um status, ou seja, conseguiu integrar um jogo de personagens dentro do seu ambiente, podendo atuar exercendo seus dons. A tarefa passa agora a ser cuidar de outras partes que ficaram em desequilíbrio. Em busca de temperar melhor a vida.


Ficou linda, César. Parabéns e Obrigado!

5 comentários:

César Brandão disse...

Foi meu presente de aniversário...
(abriu o antes do dia, mas tá valendo...rs)
Fico feliz que tenha gostado..

Parabéns, Tar!!!

Venerável Victor disse...

Que presente de aniversário abençoado! acho que a Lilith foi a primeira paixão de heroína que tive com os quadrinhos (a Ravena é a minha personagem preferida me transportava para mundos além e conflitos que eu espelhava e tinha simpatia), mas foi com essa ruiva, que de shortinho convivia com super seres com a maior naturalidade que me encantei por completo. Linda arte, linda personagem, você Cesar é tudo na vida das pessoas!!! Que venham muitas e muitas outras artes tão encantadoras quanto!

Valery Cats disse...

O desenho tá lindo, mas a unica história da Lilith que eu gostei foi o Terror de Trigon, depois nunca mais vi ela fazer nada que valesse a pena ser lembrado.
E tive um namorado de peixes que não era nada disso, era artista sim e sensível também, mas era agitado, autoritário, o cão chupando manga!

Valery Cats disse...

O desenho tá lindo, mas a unica história da Lilith que eu gostei foi o Terror de Trigon, depois nunca mais vi ela fazer nada que valesse a pena ser lembrado.
E tive um namorado de peixes que não era nada disso, era artista sim e sensível também, mas era agitado, autoritário, o cão chupando manga!

Larissa Karuse disse...

Nossa que arte mais sentimental