29/09/2006

Moça-Maravilha II - Cassandra Sandsmark


Cassandra Sandsmark é filha da arqueologista Helena Sandsmark e do deus olímpico Zeus, fato há pouco descoberto. Sendo criada e educada apenas por sua mãe, Cassie amadureceu precocemente.

Seu primeiro encontro com a Mulher Maravilha foi em Gateway City, na casa da Princesa Amazona. Durante uma das batalhas da Mulher Maravilha, Cassie a ajudou, tomando “emprestadas” as sandálias de Hermes e a luva de Atlas, que lhe permitiram voar e adquirir força.

Logo depois, ela foi ao encontro de Zeus, clamando os poderes para si. Zeus, impressionado com a “mera mortal”, abençoou-a com superforça e poder de vôo. Assim, Cassie adotou o nome de Moça-Maravilha, tentando conciliar seu tempo como heroína e estudante. Ela foi treinada com a amazona Ártemis até a morte de Donna Troy, a primeira Moça-Maravilha, e também foi membro da Justiça Jovem. Sua identidade foi revelada quando Cisne Prateada (Vanessa Kapatelis) atacou sua escola, levando Cassie a ser expulsa da escola de Gateway City devido à ameaça que representava lá. Neste ínterim, ela deixou de usar peruca e óculos.

Moça-Maravilha continuou com seu papel de heroína junto aos Titãs. Descobriu novos limites para seus poderes, enfrentando vários inimigos como Exterminador e seu meio-irmão Ares, que a presenteou com um laço capaz de conduzir descargas elétricas. Durante Crise Infinita, os poderes dela começaram a falhar, pois os Deuses Olímpicos estavam se retirando do ambiente terrestre. Entretanto, o deus da Guerra a abençoou novamente com uma fração de seus próprios poderes, tornando-a mais poderosa.


Um ano depois, triste com a morte de seu grande amor, Connor Kent (Superboy), e pelo afastamento de Tim (Robin III), Cassie passou a combater o crime sozinha, mas voltou ao grupo após o despertar de Cyborg. Então, Cassandra se envolveu no Ataque das Amazonas. Neste momento, Cassie e Supergirl descobriram que amigas e familiares daqueles envolvidos, de certa forma, com as Amazonas, estavam presos em um campo de concentração. Após uma tentativa sem sucesso de ajudá-las, as duas heroínas concordaram em trazer o Presidente dos EUA para a Rainha Hipólita, com o intuito de interromper o conflito. Durante esta ação, elas foram atacadas por um grupo de Amazonas, que conseqüentemente acabou ferindo o Presidente. Assim que a população descobriu o envolvimento de Cassandra neste evento, passou a odiar a jovem heroína. Ao final do conflito, Robin e Moça-Maravilha se beijaram, iniciando um romance não declarado.

Em seguida, Cassandra passou a tentar remediar os erros cometidos pelas Amazonas. Entretanto, ao confrontar feras remanescentes do Ataque das Amazonas, Cassie se viu enfrentando seu meio-irmão Hércules, que procurava sua ajuda para se tornar um verdadeiro campeão dos Deuses e reconstruir o Olimpo. Obviamente, Cassandra rejeitou Hércules, considerando seu passado com a Mulher Maravilha e as Amazonas. Entretanto, o persistente Hércules passou a perseguir Cassandra se passando por várias pessoas, até que se disfarçou de Superboy, na esperança de fazer com que Cassie acreditasse que ele poderia trazer Conner de volta. Isso enfureceu a garota, mas também a ajudou a perceber que ela, finalmente, havia superado a morte de Conner.

Juntos, Hércules e Cassie tentaram descobrir quem estava atacando os remanescentes dos Deuses Olímpicos. Logo, em sua procura, eles foram atacados pelas Fúrias. Hércules interrompeu a batalha para explicar que estava aliado com as vilãs na esperança de resgatar os Deuses ou, se falhasse, que originasse um novo Panteão. Entretanto, as Fúrias tinham seus próprios planos - usar Hércules para capturarem Cassandra. Assim, as vilãs traíram Hércules, com Bloody Mary fazendo com que Hércules fizesse tudo que as Fúrias quisessem, e raptaram a mãe de Cassandra para levá-la a uma armadilha. Ajudada pelo Olimpiano, Cassandra foi forçada a enfrentar seu próprio irmão. Flechete, Imperatriz, Robin, Supergirl e a Mulher Maravilha também apareceram para ajudar. Após Bloody Mary ter sido assassinada pelo misterioso assassino dos Novos Deuses, Hércules se libertou e salvou sua irmã de ser levada pelas Fúrias. Cassandra defendeu seu irmão para Diana, uma vez que ele a salvou duas vezes. Após revelar que Zeus o incumbiu de ajudar a prevenir o "Grande Desastre", Hércules seguiu livre, sem objeção. Agora, com uma nova vida e uma nova identidade - Drusilla Primm - Cassie passou a viver em Georgetown, na companhhia de Olimpiano, que foi designado por Zeus a proteger a garota.

Ao superar a morte de Superboy, Cassie resolveu que deveria romper qualquer relacionamento que a remetesse a ele. Assim, Cassie decidiu que teria de se afastar de Supergirl e romper o namoro com Robin.

Herança Divina


Tempos depois, Zeus apareceu para Moça-Maravilha para avisá-la sobre Rei Lycus, o filho de Ares, que se fortalecia cada vez mais, assassinando aqueles que estivessem próximo à Cassie. Assim, Lycus elaborou um ataque contra os Titãs, que resultou na morte de Marvin e nos ferimentos de Wendy.


Após criar uma situação para manter os Titãs ocupados, Lycus desafiou Moça-Maravilha num combate livre, usando algumas das habilidades da heroína contra ela mesma. Nesse momento, Cassandra percebeu que ela sempre emprestava suas habilidades de alguém: Primeiro de Zeus e, mais tarde, de Ares. Isso explica o motivo de Cassie se comportar, às vezes, de maneira irada, pois isso se iniciou quando ela aceitou o laço de seu irmão, Ares.

Assim, pela primeira vez, Cassandra buscou sua força interior, sua herança divina, banindo Lycus com seu novo status de poder.

Cassie decidiu, então, a viver na Torre Titã em São Francisco.

Nenhum comentário: