16 de nov de 2006

Trigon



Trigon, o Terrível!

Energias negras que flutuavam através das dimensões eram isoladas de Azurath. Trigon tornou-se a personificação destas energias negras, um demônio interdimensional.

Ao nascer, Trigon tinha tudo ao seu redor e, aos seis anos, destruiu um planeta inteiro. Aos treze, ele já havia se estabelecido como governante absoluto de milhões de mundos que compreendiam sua dimensão. Entretanto, a sede de Trigon por poder não havia ainda sido saciada, voltando seus quatro olhos para outras dimensões.

Inicialmente, Trigon veio à Terra com a intenção de obter um herdeiro. Em um culto místico, Trigon apareceu para um dos membros, Arella, disfarçado de um belo homem, gerando uma criança que viria a se chamar Ravena e que seria criada em Azurath.

O demônio queria sua filha para governar a seu lado e, após quebrar as barreiras entre as dimensões, Ravena concordou segui-lo se ele se reservasse a governar apenas sua dimensão. Entretanto, Ravena percebeu que seu pai não tinha intenções de permanecer somente em seu mundo. Então, Arella e os Titãs lutaram contra o demônio, banindo-o para o limbo. Sua "esposa", Arella, concordou em tornar-se guardiã do portal dimensional, para que Trigon não retornasse.

O Terror de Trigon

Tempos depois, Ravena passou a sofrer transformações físicas consideráveis causadas por seu pai. Trigon absorveu a força vital de bilhões de almas em sua dimensão para que alcançasse o portal. Assim, tornou-se livre da prisão dimensional.

Em seguida, ao lado de sua filha demoníaca, o par transformou a Terra em um inferno até que os Novos Titãs, incluindo Lilith, destruíram o corpo sem alma de Ravena. Isto apenas aumentou a ira de Trigon, fazendo que o demônio sugasse outras almas para que retornasse à sua dimensão. Assim, o espírito de Azur usou o corpo desalmado de Ravena para focar toda a luz pura de Azurath contra Trigon, destruindo-o.

Sem que os Titãs soubessem, as almas de Azurath (agora corrompidas por Trigon) precisavam de um receptáculo para garantir sua sobrevivência. Foram atrás de Ravena, mas ela estava protegida por seu ego espiritual. Então, as almas de Azurath encontraram Jericó (seus poderes o tornaram alvo fácil), habitando em estado latente dentro do herói.

O Legado do Mal

Tempos depois, Jericó dominou a sociedade conhecida como Sociedade Gnu, iniciando uma série de experimentos de clonagem. Quando estes experimentos falharam, os Gnus passaram a capturar membros dos Titãs, na esperança de suportarem a força de Azurath. Durante este evento, em uma batalha, a Sociedade Gnu fora destruída e Jericó morto.

Mas os Azurathianos não haviam sido ainda derrotados. Em um esforço final para deter a ameaça, Ravena, Danny Chase e Arella atacaram a energia Azurathiana. Suas próprias energias, combinadas à força de Azurath, formaram a entidade conhecida como Fantasma. No conflito, o corpo de Ravena fora destruído, desaparecendo.

Logo depois, uma versão negra de Ravena apareceu. Sua consciência demoníaca sobreviveu, e procurando casulos mortais para hospedar sua forma, Ravena planejava plantar sementes de Trigon nestes novos receptáculos. Ela continuou com seu reino de terror, plantando as sementes em Supergirl, Mutano, Magenta, Asa Mortal e em Trovão e Relâmpago. Entraram, em seguida, em um conflito com os Titãs, que foram capazes de destruir Ravena Negra, restaurando Ravena em um novo corpo dourado e espiritual.

Com o tempo, foi descoberto que a Igreja do Irmão Sangue tem como deus o temível demônio, Trigon.

Os Filhos de Trigon

Alguns anos depois, vários membros do passado e presente dos Titãs foram atacados, ao redor do mundo, por entidades demoníacas. Ravena, novamente sentindo a presença de Trigon, procurou seus antigos amigos Titãs para ajudá-la a derrotar seu pai.

Mas após uma breve investigação, os Titãs descobriram que não era Trigon que estava por trás dos ataques. Na verdade, eram os três meio-irmãos de Ravena que estavam orquestrando as investidas - Jacob, Jared e Jesse. Ravena não sabia que seu pai havia tido mais três filhos, nascidos na mesma época que ela. Assim que suas mães morreram sob circunstâncias misteriosas, os três Filhos de Trigon manifestaram poderes de controlar emoções e, juntos, planejaram clamar sua herança demoníaca.

Usando Ravena como fonte, os irmãos abriram um portal para o reino desolado onde o enfraquecido Trigon esperava. Os Titãs enfrentaram os demônios e temiam que Trigon voltasse à Terra outra vez. Mas os irmãos trairam seu pai, drenando o restante de seu poder. Ao invés de se irar com a traição de seus filhos, o demônio, na verdade, se orgulhou.

Poderes & Armas

Trigon encarava seus oponentes como insetos. Era imbatível em combate, usando seus poderes para proclamar sua glória. O demônio possuía força devastadora em seus olhos e inúmeros demônios sob seu comando. Freqüentemente agia através de agentes como Psimon e o Quinteto Mortal, ou a Ravena (quando corrompida).

Nenhum comentário: