1 de dez de 2006

Estrela Negra - Komand'r de Tamaran


Komander é a primogênita da família real de Tamaran e a primeira princesa nascida em quase um século. Naturalmente, ela deveria ser recebida com honra, mas isto não ocorreu. No dia do seu nascimento, a Cidadela atacou e destruiu a cidade oeste de Tamaran, Kysarr, exterminando três mil cidadãos em seu nome. Sem sentido, Komander sempre era associada à destruição deste dia.

Durante a infância de Komander, Tamaran foi um paraíso, com pessoas fortes e orgulhosas, aptas a converterem a energia solar em vôo. Mas a princesa nasceu incapaz de converter estas energias. Komander cresceu odiando a população que a via como uma incapaz. Eles renegaram seu direito de nascença e, conseqüentemente, seu título de Princesa de Tamaran e a próxima a se tornar a matriarca com direito ao trono. O título, privilégio, honra e celebração foram, mais tarde, dados à sua irmã caçula, Koriander. Komander ficou irada com o nascimento da irmã, descontando todo esse ódio no planeta.

Anos se passaram. Embora a Cidadela controlasse Tamaran através do Rei Myander, este secretamente enviou suas filhas para que fossem treinadas nas artes de guerra pelos Guerreiros de Okaara. Sua esperança era que suas filhas se rebelassem contra seus dominadores e libertasse o planeta. Mas a ira de Komander continuou a crescer assim que aprendia técnicas de combate. Durante exercícios de treinamento, ela atacou furiosamente Koriander. Após este ataque, Komander percebeu que não poderia mais retornar a Tamaran. Assim, ela se aliou à Cidadela e rapidamente tornou-se uma guerreira lutando contra seu próprio lar. Komander conseguiu um acordo entre a Cidadela e Tamaran, mas uma das condições era que Koriander fosse exilada de seu planeta. Então, a Princesa Koriander foi exilada e forçada a uma escravidão humilhante.


Tempos depois, Komander e Koriander se encontraram novamente, agora como prisioneiras dos Psions, uma raça de frios cientistas que faziam experiências torturantes. Os Psíons submeteram as irmãs a testes para avaliar o nível de capacidade de absorção de energia solar dos corpos tamaraneanos, proporcionando às irmãs o novo poder de emitirem rajadas através das mãos.

Logo depois, Koriander foi chamada de volta a Tamaran para que se casasse como um acordo de guerra. Isto fez com que o relacionamento entre a princesa e Dick Grayson se abalasse. Neste ínterim, Komander passou a governar Tamaran, tomando seus pais como consultores. Koriander, em seguida, retornou à Terra, tentando recuperar seu relacionamento com Dick.

Tempos depois, Komander percebeu que seu ódio a corrompia. Usando suas habilidades, Komander libertou Tamaran, interrompendo uma invasão terrorista, governando o planeta gloriosamente. Em seguida, Estelar retornou a Tamaran, após Ravena Negra atacar o planeta. Em Tamaran, Koriander apaixonou-se por Ph'zzon, um general do exército, casando-se com ele.

Mais tarde, os Titãs se reuniram para destruir Ravena Negra, que tentava destruir sua alma boa, situada em estado latente no interior de Koriander. Para subjugar Estelar, Ravena Negra gerou um grande conflito no Sistema Estelar de Vega. Os Psíons atacaram violentamente Tamaran, levando a uma evacuação em massa do planeta. Embora alguns Tamaraneanos tenham sobrevivido, o Rei Myander e a Rainha Luander pereceram na explosão.

A despeito da destruição, os Titãs conseguiram deter Ravena Negra, restaurando sua parte boa em um novo corpo dourado. Estelar decidiu reconstruir sua cultura em um novo planeta com os sobreviventes. Este mundo foi batizado de Nova Tamaran.

Quando o Devorador de Sóis devastava a galáxia, Nova Tamaran estava em seu caminho. Uma alienígena conhecida como Dusk, tentou avisar os Tamaraneanos, mas a Rainha Komander era xenofóbica o suficiente para ignorar. Estelar confiou em Dusk e tentou avisar seus companheiros Tamaraneanos. Assim, Komander baniu sua irmã como uma traidora. Estelar deixou o planeta e não foi capaz de prevenir a destruição. Nova Tamaran foi exterminada pelo Devorador de Sóis, assim como vários Tamaraneanos e o marido de Koriander, Ph'yzzon.


Presumiu-se que Komander também morrera na destruição, mas a orgulhosa e guerreira Rainha ressurgiu durante a Guerra Rann/Thanagar, momento em que assassinou Shayera, a Mulher-Gavião. Com alguns remanescentes Tamaraneanos, Komander passou a procurar um lar para seu povo, à qualquer custo.

Um comentário:

Vi disse...

Legal! Legal! Adorei o blog. Está me auxiliando a retomar a hiistória toda dos Titãs. Fiquei muitos anos sem comprara revista, mas adorei a última ediçao e pretendo continuar.