8 de jul de 2007

Lex Luthor


Alexander Joseph Luthor nasceu em Smallvile e teve uma infância sofrida. Ele e sua irmã, Lena sofriam abusos de seu pai alcoólatra. Certo dia, enquanto fugia de seu pai, achou um pedaço de Kryptonita. Lex era muito inteligente e provava ser superior aos outros moradores de Smallville, manifestando forte vontade de deixar a pequena cidade para ir para Metrópolis. Lex era anti-social mesmo que mantivesse alguns contatos indiretos com Clark Kent.

Logo depois que Clark tornou-se Superboy, o pai de Lex morreu misteriosamente e, com isso, o caminho de Lex para Metrópolis ficou livre, enquanto sua irmã ficaria sob cuidados de sua tia. Luthor desapareceu durante anos até surgir como a maior mente cientifica desta era. Era o herói de Metrópolis, até que Clark apareceu como Superman e fez com que as pessoas acreditassem que um homem podia voar.

Enfurecido porque Superman foi aclamado como uma inspiração para a humanidade, Luthor tornou-se obcecado com a destruição do Homem de Aço e, em busca desse objetivo, foi responsável pela criação dos vilões Parasita e Metallo. Muitas vezes, Luthor já alegou que poderia resolver os males do mundo, mas se recusa a fazer isso até que o Superman esteja fora de seu caminho. Como um empresário inescrupuloso, Luthor conseguia atacar Superman sem sujar as mãos e ser culpado.

Numa de suas investidas, Lex conseguiu apoderar-se novamente de uma pedra de kryptonita e passou a usá-la num anel como forma de defesa e intimidação. Todavia, a radiação de kryptonita envenenou Luthor e ele, inutilmente, amputou sua mão direita para evitar que o mal se espalhasse por seu corpo. Sabendo que tinha apenas mais um ano de vida, criou uma nova versão da Lex-Asa e prometeu bater um novo recorde mundial de velocidade, mas a nave caiu na Cordilheira dos Andes e seu criador morreu na explosão.

Lex Luthor deixou, em testamento, todos os seus bens para o filho, Lex Luthor II. Segundo tal testamento, Luthor II é filho de Lex e sua médica particular, Gretchen Kelley. Na verdade, o vilão forjou sua morte e transplantou seu cérebro para um clone de si mesmo, fazendo-se passar pelo próprio filho com o nome de Lex Luthor II. Dessa forma, o empresário continuou agindo disfarçado. Quando Superman foi assassinado por Apocalypse, Luthor planejou um experimento no qual resultou na clonagem do Superman, assim originou Superboy – metade do genes de Conner provinha de Lex Luthor e outra metade vinha de Superman.

Tempos depois, uma doença degenerativa o atingiu, ameaçando sua saúde. Prestes a morrer, ele tentou destruir Metrópolis completamente, mas antes que atingisse esse intento foi curado pelo demônio Neron, que em troca exigiu sua alma.

Após a cura, Lex Luthor foi inocentado de todos os crimes alegando que eles foram cometidos por seu clone. Posteriormente, voltou a ficar à frente dos negócios. Algum tempo depois, casou com a Condessa Érica de La Portenza com quem teve uma filha, Lena Luthor. Nesse período, ele também foi o responsável pela recriação da Gangue da Injustiça e pelo assassinato do prefeito de Metrópolis, Frank Berkowitz.

Quando Gotham City foi destruída por um terremoto e abandonada pelo governo americano, foi a LexCorp que teve a árdua tarefa de reconstruí-la. Ele também teve um importante papel ao ajudar a Liga da Justiça a recarregar o Sol durante a crise da Noite Final. Quando Brainiac 13 atacou Metrópolis, Lex sacrificou sua própria filha, Lena para assegurar seu controle sobre Metrópolis. Surpreendentemente, um dia depois de Metrópolis ter sido aperfeiçoada, Luthor registrou mais de 500 patentes, toda com a tecnologia B13.

O desejo de ter mais atenção do que o Superman estava sempre na mente de Luthor até que ele chegou à conclusão que havia somente uma coisa a fazer: tornar-se presidente dos Estados Unidos. Lex Luthor levou a sério sua candidatura, escolheu Peter Ross como seu vice, ganhando assim o eleitorado de Kansas. Surpreso, Clark viu, dia a dia, o nome de Luthor ficar mais forte, mesmo acreditando que o povo não o elegeria. Porém, não foi isso que ocorreu, Lex tornou-se o 43º Presidente dos Estados Unidos, ganhando a eleição com uma plataforma para promover o progresso tecnológico. Superman, engolindo o seu orgulho, parabenizou Luthor pela vitória diante da imprensa, durante a festa da vitória.

Quando um meteoro de Kyptonita rumava em direção à Terra, Luthor jogou todo mundo contra Superman, com isso assumiu a vida criminosa publicamente e passou a enfrentar o Superman, utilizando de uma armadura poderosa. Como conseqüência, foi retirado do poder.

Em seguida, foi enviado ao Planeta-Prisão pelas mãos de Amanda Waller e o Esquadrão Suicida. Lá, Lex Luthor liderou um grupo de vilões para juntos poderem retornar à Terra. De volta, foi preso e trancafiado como um criminoso comum.

Na esteira do ataque do general Zod à Terra e a ao surgimento de Novo Krypton, Luthor foi recrutado a força por General Lane para derrotar os Kryptonianos. Durante sua estadia no projeto 7734, aliou-se a Braniac. Neste período, Luthor ajudou as diversas Tropa dos Lanternas a derrotar Nekron, em a Noite Mais Densa, quando se tornou um Agente Laranja.

Por ajudar ao governo na destruição de Novo Krypton, recebeu perdão presidencial. Concomitantemente, em um ato de extremo egoísmo e maldade, visitou sua irmã, Lena, em Smallvile. Diante de Superboy e de sua sobrinha Lori Luthor, o vilão curou sua irmã, mas imediatamente em seguida tornou-a debilitada novamente, alegando que pode curar várias doenças, mas que só faria isso se Superman estivesse morto. Isto deixou sua sobrinha desolada.

Poderes & Armas

Além de grande intelecto, Lex Luthor possui uma armadura que lhe garante grande poder de fogo e resistência.

Nenhum comentário: