10 de ago de 2008

Laura Davis

Laura Davis era uma garota normal que freqüentava uma escola normal em Sausalito, Califórnia, até o momento em que procurou se livrar dos espancamentos de seu pai, o cientista Dr. James Davis.

Certa vez, após um dos abusos, Laura deixou sua casa e se encontrou com amigos na Academia Strages, onde passou a consumir drogas.

Procurando se redimir de seus atos, o Dr. Davis ligou para sua filha, se desculpando, prometendo que nada seria como antes. Ela recusou a voltar para casa e, durante uma perseguição de carro com seu pai, Laura acabou sofrendo um acidente, ficando em coma.

Dr. Davis, por sua vez, procurando reverter a situação, passou a realizar experimentos com sua filha através de uma terapia com infra-som em seu Centro de Pesquisas Medicas Praxis. Esta terapia que Dr. Davis administrou em Laura despertou a mente dela, mas o corpo permaneceu incapaz de se mover. Além disso, a garota adquiriu poderes especiais, como a capacidade de mover sua mente para fora do corpo. Foi desta forma que ela encontrou Ravena, que estava ajudando na evacuação Blüdhaven, e aprendeu sobre a Máscara Medusa, que poderia tirá-la do coma. Como Ravena resistiu aos ataques emocionais, Laura manipulou Davis, fazendo com que ele encontrasse e trouxesse a Máscara e mantivesse Ravena afastada até que os preparativos estivessem prontos.

Usando o poder da Máscara Medusa, Laura planejava se vingar de suas antigas amigas, dominando-as mentalmente e obrigando-as a cometer assassinatos na escola. Em seguida, ela planejava espalhar uma onda de terror através do mundo.

Enquanto seu corpo é atacado por Laura, Ravena envia seu Ego Espiritual para tentar impedir as mortes. O Ego Espiritual destrói as armas antes que os assassinatos sejam cometidos e consegue retornar ao corpo de Ravena antes que ela morra.

Sabendo que sozinha não é páreo para o poder de Laura, Ravena a leva para Azarath, onde os monges aprisionam-na num tipo de transe. Ravena sente-se culpada pelos males que causou enquanto estava sendo influenciada por Laura e decide que deve compartilhar do mesmo destino. Entretanto, os monges explicam que Ravena não é culpada e que, na verdade, ela foi a razão do plano de Laura ter falhado, pois Ego Espiritual absorvia instintivamente os ataques emocionais dirigidos a outras pessoas, sendo essa causa do tormento que Ravena vinha sentindo desde a Crise.


De volta a instalação da Praxis, Ravena coloca a Máscara Medusa no próprio rosto e a utiliza para apagar a memória de seus colegas, fazendo-os esquecer dos eventos recentes. Em seguida ela destrói o artefato para que ele nunca mais atormente a humanidade. Com a situação resolvida e tudo de volta ao normal, Ravena vai ao shopping com as amigas.

No prédio da Praxis, quando cientistas observam os dados obtidos a partir do escaneamento da Máscara Medusa eles são emocionalmente afetados, sugerindo um possível retorno do artefato.

Nenhum comentário: