2 de out de 2008

Vigilante - Adrian Chase


Adrian Chase cresceu como filho de uma rica e influente família. Sempre foi uma criança interessada e curiosa. Após ter se matriculado na Faculdade de Direito, se formou com honra ao mérito. Conheceu Doris Brinkley, uma estagiária, em um escritório de Direito no lado leste de Manhantan, onde passou a trabalhar. Os dois se casaram e tiveram dois filhos, Adan e Drew.

Ao perceber que a máfia estava tomando controle de New York, Adrian recebeu o convite do Distrito Legal de Manhantan para integrar sua equipe. O jovem advogado aceitou com entusiasmo. Neste trabalho, Adrian adquiriu vários inimigos e, o mais importante deles, Anthony Scarapelli, líder de uma família mafiosa que Adrian estava juntando evidências jurídicas. Com a ajuda de Robin e dos Novos Titãs, Chase acabou obtendo a confissão do mafioso. Assustado pelo fato da corte indiciá-lo, Scarapelli ordenou que Adrian Chase fosse morto. Então, uma bomba plantada no apartamento de Adrian explodiu, mas ao invés de assassiná-lo, a bomba acabou matando sua esposa e filhos.

Anthony Scarapelli, que era o responsável pelo ataque, foi promovido por ser "disciplinado" por seu superior mafioso, Donna Omicidio. A despeito da corte dar o veredicto contrário, Robin iniciou uma campanha contra o chefe mafioso. Embora tenham discordado dos métodos e atitude de Robin, os outros Titãs concordaram em ajudar Robin a provar a culpa de Scarapelli. Em pânico, Scarapelli pediu a ajuda do Monitor, que lhe conseguiu seis assassinos super-poderosos (Acorcher, Spear, Bazzoka, Slasher, Tanker e Lince).

Os Titãs intervieram e acabaram derrotando os vilões, enquanto Robin se dirigiu à casa de Scarapelli, onde o mafioso, prestes a deixar o país, foi atacado por um misterioso lutador. O vingador uniformizado, que se chamou por Vigilante, era, na verdade, Adrian Chase. Quando Robin o confrontou, Scarapelli tentou disparar contra os dois, mas Vigilante foi mais rápido, retribuindo o disparo, matando o mafioso. Robin decidiu permanecer em silêncio, não dedurando à polícia a identidade do Vigilante.


Em seguida, Vigilante passou a caçar criminosos, mas, tempos depois, Adrian Chase passou a questionar seus motivos e tentou desistir de sua carreira de vigilante. Assim, ele passou a sofrer com seus próprios demônios, levando-o a cometer suicídio.

Poderes & Armas

Vigilante tinha a habilidade de usar armas e adagas com destreza, além de ser um soberbo atleta especialista em diversas artes marciais. Possuía, também, conhecimento oriental em técnicas de meditação, que o permitia a lidar com dores e auto-cura.

Veja também:

Vigilante - Pat Trayce
Vigilante III

Nenhum comentário: