20 de mar de 2010

Quem é...?

Ele tem o dom de te olhar profundamente. Se para nós, osolhos são a janela da alma, para ele, é uma porta pela qual ele pode atravessartranquilamente. Um artista sensível, pintor, poeta e músico. Amigo leal ecompanheiro para todas as horas.

Joey Wilson, o filho do Exterminador.

Quando menino, tevesua garganta rasgada e as cordas vocais destruídas. Com o tempo, descobriu queera um mutante, tendo herdado as características genéticas alteradas de seupai, e assim como o Exterminador, possuium fator de cura bizarro, capaz de regenerar partes do corpo perdidas e atémesmo curar doenças. Curiosamente, suas cordas vocais não se regeneraram,talvez por terem sido danificadas antes dele manifestar os poderes, ou aindadevido a algum bloqueio psicológico que tenha impedido Joey de falar desde então. Como semprepreferiu agir por métodos pacíficos, o dom que mais ficou evidente nele foi o depossuir o corpo de outras pessoas apenas com o olhar. O que ele não sabia, éque ao possuir alguém, um fragmento de personalidade dessa pessoa ficava preso em sua mente,aguardando...

Desafiando seu pai, ele uniu-se a seus inimigos e enfrentouseu destino até que foi possuído por almas errantes que o obrigaram a tomar atitudes antesimpensáveis. Morto por seu pai num atode misericórdia e desespero, sua alma viu-se livre do próprio corpo, mas nãoainda pronta para partir.

Ressuscitado em um ritual arcano, ele voltou diferente. Suascordas vocais foram restauradas, mas optou por não falar. Ele apenas ouvia...centenas de vozes em sua mente, que talvez tenham sido acordadas pelas almascorrompidas, mas que agora o levavam a novos níveis de loucura.
Pagando o preço por sua bondade, perdendo-se de si mesmo, torturadopelos poderes que fizeram dele um herói. Tudo o que ele precisa e merece é uma “segundachance”.

“Um artista sensível, pintor, poeta e músico. Amigo leal ecompanheiro para todas as horas”. Essa é a única resposta possível para apergunta...

QUEM É JERICÓ?

Texto de Rodrigo Garrit

Um comentário:

Tarcísio Aquino disse...

Um dos meus favoritos... Obrigado, Garrit.