7 de abr de 2010

Joe Bennett fala sobre sua saída dos Novos Titãs

Recentemente, notamos que Joe Bennett estará trabalhando em JLI: GENERATION LOST. A partir disso, entramos em contato com o artista e conversamos um pouco sobre sua estada em TEEN TITANS. Confiram!


Joe, poderia resumir um pouco sua estada pelo título?

Bom, entrei em contato com estes Titãs na minissérie TERROR TITANS, escrita pelo [Sean] McKeever. Adorei trabalhar com ele, pois a estória era repleta de ação e suspense. Isto me estimulou a encarar TEEN TITANS, principalmente por já começar trabalhando com os Titãs Clássicos [TEEN TITANS #70]. Em seguida, com a saída de Sean, o Brian Q. Miller assumiu o título, também garantindo meu estilo preferido: ação. Gostei muito do roteiro do arco CHILD'S PLAY, onde o Demônio Vermelho morre como um verdadeiro herói.

Mas o melhor estava por vir. Trabalhar com J.T. Krul foi sublime. O cara garante muita ação associada à excelente caracterização dos personagens. Adentrar no universo do Exterminador, Jericó e Devastadora foi um presente, principalmente pelo fato de ter sido escrita por Krul.

Infelizmente, depois disso, as coisas começaram a esfriar. Acredito que talvez tenha sido pela trasição entre as equipes. A nova roteirista - Felicia Henderson - pegou uma fase um pouco morna do grupo. Passei a sentir falta daquela ação que disse acima. Eu sentia que o roteiro estava diferente, como se fossem escritos para novelas. Isso tirou a excitação das estórias. Pude notar a mesma percepção através dos comentários dos fãs, nos fóruns de discussões. TEEN TITANS se trata de estórias de HERÓIS adolescentes. SUPER-HERÓIS, precisamente.

Seu estilo sempre foi marcado pelo dinamismo, realismo e detalhismo. Em outra entrevista falamos sobre isso, mas de onde vem sua inspiração para desenhar cenas como aquela do Jato T caindo em New York?

Como já disse antes, venho da "escola argentina e européia de arte", ou seja, dediquei-me a estes estilos, principalmente inspirando-me no mestre José Luiz Garcia-López. As cenas de ação vêm inspiradas em filmes, blockbusters. Lembro-me que, quando comecei com os Novos Titãs, eu havia lhe dito que iria encará-los como se estivessem em um filme. Acho que consegui! Entretanto, as coisas mudaram e esfriaram, infelizmente. Mas não posso deixar de citar que minhas edições favoritas foram as de número 72, 77 e 78.

E em relação aos personagens? Poderia compartilhar seus pensamentos a respeito deles?

Bom, meu favorito, além da Rose, é o Jaime. O Besouro tem um grande potencial para estórias cósmicas. Costumo compará-lo ao Nova, da Marvel. Pena que não exploraram seu potencial ainda, no título. Rose, por sua vez, sempre será minha deusa. Em toda minha história de 6 anos com a DC, dois personagens jamais esquecerei: Devastadora e Gavião Negro.

Em relação aos outros:

Aquagirl: Adorei a abordagem latina e caliente que o Miller deu à Lorena. Entretanto, nunca gostei de seu uniforme. Sempre achei que poderia ser mudado. Se o Jaime não a quer, tem quem a queira. [Risos]
Moça-Maravilha: Bom, francamente, acho a personagem mais chata e imatura do grupo, mesmo sendo a líder.
Miss Marte: A Megan é doce e inocente. Me enfureço quando alguém a desenha como uma bad girl. [Risos]
Granada: Adoro o jeito "Logan" da Amy. Seu estilo militar a torna muito interessante.
Static: Bom, eu odeio a caracterização desse personagem, pois até agora não mostrou a que veio.
Mutano: Como Cassie e Virgil, nunca curti o Mutano. Não sei se é porque eu não entendia seus poderes direito. Como alguém pode se transformar em um animal sem continuar vestido? Nem tudo que é clássico, é bom...[Risos]
Ravena: Eu gosto da personagem, mas já cansamos de ver sempre o esquema "garota problema que pira sempre pela influência do pai". Tenho pena do Mutano... [Risos]
Demônio Vermelho: Adorava o Eddie. Personagem bacana! Não deveria ter morrido.
Kid Eternidade: Não entendi por que o usaram no título. Acho que foi mesmo para ajudar o Eddie. Mas, ninguém sentiu falta dele. [Risos]

Você chegou a desenhar a Traci 13. Ela estará em evidência em alguns meses, quando será uma das protagonistas da série THE COVEN, escrita por Rex Ogle. Poderia nos falar algo dela?

Bom, não a conhecia antes de aparecer em TEEN TITANS, mas adorei o modo com que o Miller trabalhou com a personagem. O fato de terem explorado o poder da garota daquela forma foi muito interessante. Poderiam explorá-la mais.

E o que mais lhe agradou trabalhando no título?

Ter entrado para a história dos Titãs. Mas gostaria de ter trabalhado com estórias mais relevantes.

Obrigado, Bennett. Muito sucesso pela frente!

Eu que agradeço! Gostaria que continuassem me acompanhando em JLI: GENERATION LOST. TITANS TOGETHER!

4 comentários:

ANDF disse...

Ele tem mostrado originais em seu ORKUT. Me lembro de quando ele desenhava HOMEM-ARANHA, X-MEN, WOLVERINE, AVES DE RAPINA...

Éden disse...

pena do mutano porque?

Kid Leo disse...

Tb não curto o uniforme da Lorena, apesar de ela ser umas da sminha spreferidas... E agora? Quem assume a arte do título???

Drako disse...

Não entendi.Ele saiu porque quiseram ele em outro titulo ou ele pediu para sair?

Se for a primeira opção, tudo bem, afinal os Teen Titans estão servindo de base para mostrar o talento dos desenhistas. Mas, se ele pediu para sair porque as histórias ficaram mais fracas...parabéns pelo profissionalismo.