10 de jul de 2010

Especial - Enquete - Quinto lugar: Jericó

Como dar voz ao desespero?


Seja um menino sensível, talentoso... com um futuro promissor na música, literatura ou pintura....
Seja atacado no meio da noite e arrancado de sua cama, seja feito refém numa vingança que não entende... tenha sua garganta cortada, perca a sua voz...
Tenha um pai assassino, uma mãe neurótica, um irmão desequilibrado... cresça em um ambiente de terror e matança, receba um treinamento que nunca pediu e descubra que o legado de seu pai é ter um corpo geneticamente alterado que o faz diferente de todos ao seu redor...
Tente, apesar de tudo, ter princípios... tente fazer a coisa certa, tenha amigos leais, faça parte de uma equipe que será a familia amorosa que nunca teve... lute ao lado deles, mesmo contra seu pai assassino, mesmo contra demônios vindos dos piores pesadelos...
Possua o corpo das pessoas de uma forma que se extingua quase por completo sua própria identidade, carregue dentro de si toda a maldade e frustração dos possuídos... e seja você mesmo possuído por mil almas insanas. Tenha sua mente fragmentada, violada, perdida...

Seja assassinado pelo seu próprio pai. Vague como um fantasma através de hospedeiros humanos. Ressuscite em um ritual demoníaco. Conheça sua meia-irmã psicótica. Enlouqueça. Enfim, enlouqueça! Chega! Você já suportou demais. Ceda à insanidade que o cerca, você é um ser humano afinal.
Viva. Morra. Mate. Proteja-se.
Encontre-se.
GRITE, Joseph Wilson.
Dê voz ao seu desespero.


NOTA: Jericó e Tempest ficaram empatados na enquete.

7 comentários:

Nícolas disse...

Sinistro,aí....mas verdade...ou não.

Tarcísio Aquino disse...

Nossa! O melhor texto que li sobre Jericó, Garrit!

Perfeito!
Vou passar para o inglês (assim que tiver tempo) e postar no titanstower.com

Abraço

Gustavo Antimonitor disse...

WOW!Sinistro msm!Muito bom Garrit!Parabens!

Rodrigo Garrit disse...

Valeu amigos, fico feliz que tenham gostado! Tar, pra mim vai ser uma honra ser "traduzido" pro inglês... rsrsrs
Abraços!

Rodrigo Broilo disse...

Xará...
Uau!
Isso foi muito bom... forte, triste mas incrivelmente bem desenvolvido... Joey está completamente explicado pra mim!
Parabéns!

Rodrigo Garrit disse...

Que bom que consegui passar bem o queria, Joey é um dos meus personagens favoritos e ultimamente tem passado por situações muito ruins nas mãos dos roteiristas... torço muito pra que ele volte a ser um herói como antes...
Valeu mesmo, xará! Abração!

Kildare disse...

Um personagem que podia não ser o titã favorito da maioria dos fãs do grupo, mas que era muito bom, antes dessas "mudanças" que fizeram com ele...