7 de set de 2010

A morte e os Titãs

Aviso: Este artigo contem Spoilers

Como podem reparar, os Titãs é um dos grupos que mais tem membro mortos. Em quase toda saga da DC um Titã morre. Não precisa ser uma saga, pode ser um arco de histórias, uma mini, porém quase sempre um Titã morre.

Quantos membros foram perdidos por todos esses anos? Foram muitos. São tantos que você até esquece algum, então para isso montei essa listinha de como e quando alguns Titãs morreram.
Nota: Os personagens estarão separados por equipe e mesmo aqueles que voltaram a vida também estarão na lista.

Turma Titã

Donna Troy/Moça Maravilha/Tróia/Darkstar: Morreu quando Índigo atacou os Titãs e a Justiça Jovem e acidentalmente libertando um andróide do Superman, que foi atacado por Donna. Tal luta resultou na morte da Titã. Felizmente, Donna retornou à vida a tempo de ajudar os heróis em Crise Infinita.


Aqualad/Tempest: Após Tempest ter assumido o papel de governante de Atlântida, foi atacado pelos Lanternas Negros Aquaman, Delfim e Tula. Esta última o assassinou ao arrancar seu coração, o que transformou o herói em um Lanterna Negro.

Duela Dent: Foi assassinada por um Monitor que acreditava que a presença de Duela era ameaça ao equilíbrio cósmico.

Sina: Lilith foi assassinada pelo andróide do Superman, reativado por Índigo, durante os fatos ocorridos em Dia de Formatura.

Rapina/Monarca/Exemporâneo: Morreu quando confrontava a SJA como Extemporâneo. Esmaga-Átomo substituiu sua mãe, que morreria em um desastre aéreo, pelo vilão. Assim, Hank morreu no lugar da mãe de Esmaga-Átomo. Felizmente, Hank retornou no fim de A Noite Mais Densa.

Columba (Don Hall): Quando os Lordes do Caos e da Ordem perceberam que Don era muito íntimo de Hank, decidiram então “exterminar” a parte Columba do experimento. Assim, Don Hall durante as Crise nas Infinitas Terras, enquanto tentava salvar uma criança de um desmoronamento, teve seus poderes retirados pelos dois Lordes – o que causou sua morte. Curiosidade: Na verdade, em Crise nas Infinitas Terras #12, Don morreu ao ser tocado por um Demônio das Sombras, apenas na continuidade pós-Crise que a causa de sua morte foi alterada.

Aquamoça: Tula morreu durante a Crise nas Infinitas Terras quando foi intoxicada por águas contaminadas pelo vilão Químio.

Gnarrk: Ele era um jovem Cro-Magnon de dezenove anos fascinado pelas luzes do céu. Certa noite, um cometa caiu bem à sua frente, lançando um cristal sobre seu tórax. Com isso, Gnarrk ficou aprisionado em uma pedra de gelo por séculos. Quando foi encontrado pelos Titãs, foi levado até os Laboratórios S.T.A.R., onde descobriram que o jovem estava morrendo. Conforme enfraquecia, a luz da jóia em seu peito diminuía e quando morreu ela se apagou.

Os Novos Titãs

Jérico: Quando foi possuído pelas almas de Azurath, dominou a Sociedade Gnu e traiu os Titãs. Quando recobrou a consciência, Joseph implorou a seu pai para que o matasse. Assim, derrotariam as almas corrompidas de Azurath. Slade o atendeu tristemente, tirando a vida do próprio filho.
O espírito de Joe acabou ficando preso no corpo de Slade e nele decidiu caçar os Titãs. Durante a batalha, Joe revelou-se aos amigos e saltou de corpo em corpo, até que foi repelido por Ravena e capturado pelo olho cibernético de Vic, prendendo sua essência em um disco na Torre Titã. Mais tarde, o disco que continha Jérico foi lançado ao Poço de Sangue e, da mesma forma que Ravena foi trazida à vida, Joe ressuscitou. Quando ele ficou sob influência das "vozes" em sua mente, querendo provar ser melhor que seu pai - o Exterminador – decidiu assassinar seus amigos, porém o Vigilante extraiu violentamente os olhos de Jericó, tentando garantir que ele jamais utilizaria seu poder novamente. Entretanto, recentemente, foi notado que os olhos de Joey, de alguma forma, se regeneraram.


Ravena: Seu corpo foi destruído durante o clímax da saga Caça aos Titãs, quando Arella e Danny se uniram para derrotar as almas corrompidas de Azurath. Tempos depois, ela retornou em um corpo dourado e, mais recentemente, readquiriu um corpo físico, porém mais jovem, durante um ritual do Culto do Irmão Sangue.

Quartzo: Morreu tentando salvar pessoas dos demônios-sombra do Anti-Monitor durante as Crises nas Infinitas Terras. Embora tenha sido dada como morta, o corpo de Quartzo nunca foi encontrado.

Terra: Sua traição levou Dick e Jericó atacarem Exterminador e libertarem os Titãs. Durante a batalha, Tara, sentindo-se traída por acreditar que Slade voltara-se contra ela, perdeu a sanidade de vez e destruiu todo o complexo, morrendo. A despeito dos fatos, Terra foi enterrada como heroína. Sua traição nunca foi revelada à comunidade heróica.

Jason Todd: Foi espaçando pelo Coringa com um pé-de-cabra. Ele e sua mãe, feridos, foram deixados dentro de uma barraca repleta de explosivos. Embora Jason tenha tentado desativar as bombas, mãe e filho morreram na explosão. Quando Superboy Primordial deu socos na barreira da realidade, alterando-a, Jason voltou a vida e foi jogado no Poço de Lázaro por Tália, filha de Ra’s Al Ghul.

Danny Chase/Fantasma: Quando Danny e Arella uniram forças para derrotar Ravena, que estava possuída pelas almas corrompidas, ambos morreram e suas energias foram fundidas às outras almas de Azurath, formando um novo Fantasma.

Pantha: Morreu durante Crise Infinita quando o Superboy Primordial atacou os Titãs. Pantha foi decapitada pelo menino-de-aço insano.

Bebê Gnu: Morreu durante Crise Infinita, em um confronto entre os Titãs e o Superboy da Terra Primordial, onde o Bebê Gnu foi assassinado violentamente.

Trovão e Relâmpago: Quando os irmãos foram levados para um Planeta foram rendidos por Lex Luthor. Na tentativa de escapar de lá, Lex Luthor idealizou um construto que poderia teleportá-los de volta à Terra. Para isso, o vilão utilizou Trovão e Relâmpago, entre alguns vilões, como fonte de energia para o funcionamento da máquina. Assim, aparentemente, os irmãos foram mortos durante o processo de teleporte.

Tropa Titã

Terra II: Foi assassinada pelo Adão Negro durante a Terceira Guerra Mundial.

Asa Vermelha, Nosferatu, Killowat, Batalhão, Preston John e Metalik: foram apagados da existência durante Zero Hora.

Os Novos Titãs de Arsenal

Bart Allen-Impulso/Kid Flash/ Flash: Logo após se tornar o Flash, Inércia, em um plano para roubar a energia de velocidade dele, manipulou a Galeria de Vilões. Sem poderes,Bart lutou valentemente contra os vilões, mas acabou morrendo. Felizmente sua essência estava a salvo em uma antena guardada pela Legião dos Super-Heróis. Quando Superboy Primordial ameaçou o continuum tempo, no século XXXI, Brainiac 5 liberou a essência de Bart Allen da mesma antena, fazendo o retornar à vida novamente jovem.

Kyle Rayner/Lanterna Verde/ Íon: Morreu durante a Noite Mais Densa. Felizmente, com a ajuda de uma Safira Estrela retornou dos mortos.


Detonador: Foi assassinado pela Lanterna Negra Jean Loring durante a Noite Mais Densa.

Titãs L.A.

JustificarBushido: Foi assassinado pelo Superboy Primordial durante a Crise Infinita.


O Ano Perdido

Columba(Dawn Granger): Foi morta pela versão futurista de Rapina, o Monarca. A aparente morte de Columba, entretanto, era parte de um plano do demoníaco feiticeiro Mordru, que a salvou, criando um simulacro para representar sua morte. Ele queria usar o equilíbrio entre Rapina e Columba conforme seus anseios.

Molécula: Foi brutalmente assassinado pela Persuasora durante a batalha contra os Terror Titans.

Poderoso: Foi assassinado pelos Filhos de Trigon.

Jovem Frankstein: Foi assassinado pelo Adão Negro durante a Terceira Guerra Mundial. Tempos depois, enquanto seu corpo estava sendo transportado, um raio o atingiu, restaurando sua vida.

Osíris: Foi devorado por Sobek, quem ele acreditava ser um amigo, que na verdade era o Quarto Cavaleiro do Apocalipse, Fome. Voltou no fim da Noite Mais Densa.

Rapina II: Foi assassinada pelo Lanterna Negro Hank Hall durante a Noite Mais Densa.


Turma Titã III

Superboy: Sacrificou-se para destruir a Torre de Alex Luthor da Terra 3. Viajando 1000 anos ao passado, a Legião dos Super-Heróis fez com que o corpo de Conner fosse colocado na mesma câmara de regeneração Kryptoniana que trouxe o Superman de volta à vida. E também utilizando um fio de cabelo de Lex Luthor, Conner Kent foi restaurado à vida no século XXXI para ajudar Superman e a Legião dos Super-Heróis a derrotar o Superboy Primordial.

Kid Demônio/Demônio Vermelho: Sacrificou sua própria vida para acabar com um plano do Calculador. Morreu como o herói que sempre sonhou ser.

Kid Eternidade: Kid Eternidade foi morto pelo feiticeiro Mordru, que buscava exterminar todos os agentes da Ordem e Caos. Entretanto, em seguida, ele apareceu como espírito dentro do amuleto do Senhor Destino e, mais tarde, como aliado dos Titãs contra o Irmão Sangue. Recentemente, o Calculador o capturou com o objetivo de ter como manter seu filho morto – Marvin – perto de si. Kit parece não ter resistido à tal exploração, pois ele aparece desfalecido no QG do vilão.

Marvin: Foi assassinado pelo cão de Rei Lycus.

Agradecimentos ao Tarcisio Aquino por colaborar com as imagens e alguns detalhes!

7 comentários:

Rodrigo Broilo disse...

Muito bom seu trabalho, Gus... sempre quis encontrar todas essas informações e você as reuniu muito bem. Parabéns!
Sobre Quartzo, o que confirma sua morte é o fato de Kid Eternidade tê-la invocado enquanto ele e Demônio Vermelho foram ao Inferno procurar o contrato de Eddie com Neron.
Sobre a ressureição de Superboy, fiquei muito feliz com ela... mas... fio de cabelo do LEX LUTHOR? É sacanagem!! hehehe

Gustavo Antimonitor disse...

Sim...Polar, Vésper e Pulsar da Legião viajaram até epóca em que Lex morava em Smallville e pegaram um fio de cabelo dele no primeiro dia em que ele começou a perder os cabelos

Rodrigo Broilo disse...

O.O'
...
É pior do que eu imaginava!

Éden disse...

e oque aconteceu com o fantasma, aquele que é resultado da fusão das almas de azurath ou azarath sei lá, com o danny e arella?

Kildare disse...

E a matança dos titãs continua... A DC ama demais eles...Afff!

Kildare disse...

E a matança dos titãs continua... A DC ama demais eles...Afff!

Alexis Logan disse...

Alguns dizem que uma das maneiras de determinar o valor ou a ausência de valor que uma pessoa faz e o tamanho da saldade que sentimos essa pessoa. Neste ponto eu pergunto: Quem se importa, dá uma misera maldita bola, ou sente a mais minima falta de : Anima, Aquagirl (Lorena Marquez), , Argenta, Azrael, Bebê Gnu, Granada, Abelha , Bushido, Quimera , H Disco (Chris King), Detonador, O Fantasma (espírito de Danny Chase), Columba II (Dawn Granger), Columba (Don Hall), Duela Dent, Enigma, Fringe, Gnarrk, Aguia Dourada , H Disco II (Hero Cruz), Rapina II (Holly Granger), Hot Spot, Jayna, Kid Demônio, Kid Eternidade, Quartzo, Lagoa, Relâmpago (Tavis Williams), Pequena Barda, Molécula, Pantha, Powerboy, Prisma, Asa Vermelha, Risco, Talon, Atlee, Trovão (Gan Williams), Vox, Vulcano, Jovem Frankenstein, Zan ou todos os Titãs que morreram das maneiras mais bárbaras, brutais e sanguinárias possíveis nas mãos de Superboy Prime em Crise Infinita ou em todas as mega sagas subseqüentes do Universo DC? Por que todas as minisséries têm de ter mortes para serem boas e válidas para essas pessoas? Não é possível contar uma grande história sem ter que matar, mutilar, cegar, cortar os membros de alguém? Quem da a mais mínima bola para esses personagens e sua ausência, lembra as histórias com eles, lembre-se que esses personagens, uma vez existiram e foram importantes? Ninguém . Todo mundo se lembra da "Morte do Superman", todos se lembram de "Batman: A Queda do Morcego", todos se lembram de Barbara Gordon sendo aleijada pelo Coringa em "Batman: A Piada Mortal", todos se lembram da morte da Mulher Maravilha, a morte de Lanterna Verde / Hal Jordan , A morte de Arqueiro Verde / Oliver Queen, a morte de Supergirl / Kara Zor-El / Linda Danvers, a morte de Flash / Barry Allen, mas quem se importa, ou da a menor bola que seja, pelas mortes, com refinamentos de crueldade , de todos esses personagens, todos Titãs. Absolutamente ninguém. Ninguém escreve um fanfic com uma "ressurreição milagrosa em massa" de todos esses personagens. Ninguém se lembra deles quando escrevem historias de ficção de fãs ou episódios especiais de séries de desenhos animados. Ninguém se preocupa com a morte desses personagens nem quer que eles voltem para as histórias em quadrinhos. Quem estava em suas cerimônias fúnebres, chorou por eles, ao vê-los morrer brutalmente sacrificados como "pesos mortos" descartáveis nas mãos de Superboy Prime? Ocorreu por um momento para a diretoria da DC Comics em vez deles os sacrificar os Titãs principais? Superboy, Robin Rubro / Tim Drake, Garota Maravilha, Troia / Donna Troy, Ravena, Cyborg, Estelar, Mutano, Asa Noturna / Dick Grayson etc tudo de uma vez no mesmo genocídio? Se eles queriam "chocar" os leitores com a violência, por que não mataram os Titãs lendários e super-amados pelos leitores em vez dos pobres companheiros esquecidos por todos? Porque se eles o fizessem pode apostar que os leitores responderiam imediatamente em protesto e iriam encher tanto o saco dos editores que eles não teriam escolha, além de trazer os membros lendarios de volta (como acabaram trazendo Superboy / Conner Kent). Enfim, é lamentável, mas o fato é que todos esses personagens morreram porque ninguém iria ligar a minima em perde-los. Infelizmente eles "matam porque eles podem e pronto" e não há quem nos ajude.