30 de out de 2010

Pytor Raskov

O cientista Russo Pytor Raskov serviu a seu país durante quase toda sua vida adulta. Enquanto trabalhava para seu governo, ele se tornou amigo do arqueologista Konstantin Kovar. Após o momento em que Leonid Kovar, filho de Konstantin, tornou-se o Estrela Vermelha, o arqueologista aparentemente veio a falecer sob circunstâncias misteriosas, enquanto servia à União Soviética. Assim, Pytor passou a cuidar do órgão Leonid.

Em seguida, Dr. Pytor Raskov chefiou a criação de um complexo de pesquisas – Cidade Científica - na Sibéria. A operação inteira consistia em sete complexos – cada um desenhado para explorar experimentos considerados perigosos. Investigando tudo, desde situações paranormais às ambientais, a Cidade Científica se tornou um local de grande avanço tecnológico.

Quando o Cyborg foi quase destruído pela Sociedade Gnu, Raskov e os cientistas Russos foram capazes de reconstruí-lo na Cidade Científica. Pouco depois, os Titãs chegaram e tentaram levar seu amigo de volta aos EUA, mas Raskov os impediu, dizendo que o novo Cyborg pertencia à Rússia. Entretanto, Cyborg foi permitido retornar aos EUA na companhia do Estrela Vermelha.

Com o tempo, descobriu-se que a Cidade Científica compartilhava experimentos suspeitos, incluindo a tentativa da KGB construir um exército de homens cibernéticos, os Meta-Homens. Assim, Raskov foi obrigado a chamar o Estrela Vermelha de volta à Rússia, com a intenção era utilizar Cyborg na tentativa de assassinar o Presidente Russo e utilizar da tecnologia do Titã. Assim, os Meta-Homens enfrentaram Estrela Vermelha sob a liderança de Konstantin Kovar, que havia se escondido durante todo esse tempo. Quando Raskov recusou colaborar, acabou sendo assassinado por seu antigo amigo, Konstantin.

Estrela Vermelha e Anna Anastásia derrotaram Konstantin.

Nenhum comentário: