6 de nov de 2010

Arqueiro Verde - Oliver Queen


Embora os jornais chamassem Oliver Queen de milionário industrial, “playboy entediado” provavelmente seria mais preciso. Nascido em berço de ouro, Queen nunca precisou trabalhar - até pagar caro por isso. Certa noite, bêbado, ele caiu de um iate no mar e se viu preso numa ilha deserta próxima à costa da Califórnia.

Oliver conseguiu se alimentar após fazer um conjunto rústico de arco e flechas. Saber usar o arco tornou-se uma questão de sobrevivência durante os três meses seguintes, e ele finalmente descobriu o que era viver sem os confortos da riqueza. A salvação veio quando um grupo de plantadores de maconha desembarcou na ilha para fazer a colheita. Queen os pegou de surpresa, tomou o barco dos traficantes e os entregou à Guarda Costeira. Embora tenha se mantido anônimo, a imprensa local publicou a história e o chamou de Robin Hood moderno.

Por ironia, assim que Queen anunciou que estava são e salvo, sua reapresentação à alta sociedade foi num baile de máscaras beneficente, aonde ele compareceu disfarçado de Robin Hood. Mas, após os meses na ilha, Oliver havia passado a enxergar a vida de forma diferente. Ele não tinha mais paciência para as futilidades e fofocas dos ricos ociosos. Assim, quando um assaltante apareceu na festa, o mascarado Queen assumiu o controle da situação e, armado apenas com suas flechas falsas e a habilidade que desenvolveu na ilha, deteve o ladrão.

Esse ato heróico foi perigoso, porém estimulante. Mais divertido do que qualquer coisa que ele tivesse feito em anos. Sem querer, Queen havia encontrado uma maneira de praticar e defender a ética em que acreditava. Já possuía até mesmo um alter ego pronto: o assaltante preso na festa repetira incansavelmente para a imprensa que um “arqueiro verde grandalhão” o havia dominado, levando os jornais locais a cunhar o nome “Arqueiro Verde”.

Pouco após iniciar sua carreira de combate ao crime, Oliver adotou um jovem chamado Roy Harper, que se tornou seu auxiliar mascarado, Ricardito. Durante algum tempo, o Arqueiro Verde também foi membro da Liga da justiça da América e fez um tremendo sucesso como herói mascarado. A sua crescente falta de interesse na corporação, porém, permitiu que um empresário inescrupuloso chamado John Deleon acusasse falsamente Oliver de fazer negociatas com títulos municipais. Embora tenha sido totalmente inocentado, sua reputação no mundo dos negócios foi arruinada, levando-o à falência.

Este fato foi decisivo em sua vida, o Arqueiro Verde e Oliver Queen tornaram-se um único homem, dedicado a lutar pelos fracos e oprimidos, não importando quais as desvantagens. Ollie iniciou um jornada pelo interior do país ao lado do Lanterna Verde Hal Jordan.

Mais tarde, com Ricardito envolvido em seus problemas com drogas, Canário Negro se tornou a parceira ocasional do Arqueiro. Os dois haviam se conhecido na Liga da Justiça e acabaram se tornando amantes. Viveram juntos até há pouco tempo em Seattle.

Com o passar dos anos, o Arqueiro Verde tornou-se um Robin Hood moderno, estando em ambos os lados da lei, procurando sua própria justiça com um arco. Em um desses casos, para deter um grupo paramilitar chamado Corporação Éden, Oliver morreu na explosão de um avião sobre Metrópolis.

Após sua a morte, Connor Hawke, o filho que havia conhecido há pouco tempo, peou para si seu arco e continuou lutando pelo bem como o segundo Arqueiro Verde. Este não seria o fim de Oliver, pois Hal Jordan (durante seu tempo como o Parallax) usando seus poderes quase divinos, trouxe seu velho amigo de volta da morte. Infelizmente, o herói reanimado era um frasco vazio, sem alma, cujas memórias foram copiadas de seus primeiros dias, quando possuía uma forte consciência liberal. A alma experiente de Ollie permaneceu em algum lugar do céu, até se unir ao seu corpo para derrotar um maligno feiticeiro chamado Stanley Dover. Assim, o Arqueiro Verde original retornou à ação com uma rara segunda chance de vida para corrigir os erros do passado com seus entes queridos, renovando seus desejos de ser um defender os oprimidos.

Após os eventos de Crise Infinita, Oliver se tornou o Prefeito de Star City, mas continuou agindo como o vigilante herói. O Arqueiro Verde tem um tremendo senso social e é capaz de combater qualquer oponente - inclusive a própria lei - quando acredita que sua causa é justa. Seus detratores muitas vezes o rotulam de “cabeça-quente”, e não estão totalmente errados: seu temperamento irascível é lendário. Sua compaixão é ainda maior.

Entretanto, em um plano insano para destruir a Liga da Justiça, Prometheus atacou os membros do grupo, extraindo o braço direito de Roy durante o processo. O vilão também utilizou de sua tecnologia na tentativa de destruir as cidades que a Liga da Justiça chamava de lar. Assim, ele trouxe o Armageddon a Star City, causando inúmeras mortes, incluindo a de Lian Harper, filha de Roy Harper e "neta" de Oliver Queen.

Irado e sedento de vingança, o Arqueiro Verde resolveu fazer justiça com as próprias mãos, assassinando Prometheus. Com isso, ao violar o código moral da Liga, Oliver Queen tornou-se um fugitivo.

Arsenal do Arqueiro Verde.

Nenhum comentário: