2 de dez de 2010

Diretor Paul Westfield

Como diretor do Projeto Cadmus durante os dias sombrios, Westield aprovou vários projetos suspeitos. Na verdade, ele sempre quis criar seu próprio Superman, o que conseguiu tentando criar o Superboy. Entretanto, a Legião Newsboy capturou o clone antes que ele pudesse explorá-lo de acordo com seus propósitos.

Mais tarde, Westfield morreu, mas seu legado perpetuou. Quando Superboy descobriu sobre os clones que o antecederam e que não obtiveram sucesso, ele também descobriu um vídeo gravado pelo falecido diretor, revelando que seu DNA havia sido usado em sua criação. Todavia, tempos depois, Superboy descobriu que esta informação era falsa, ou seja, na verdade, o doador humano era ninguém pior que Lex Luthor.

Tempos depois, ele foi morto por Dabney Donovan e, durante um acidente no Hipertempo, todas suas versões alternativas foram apagadas da existência. Em seguida, ele foi reanimado por sua filha, Amanda Spence, que, por sua vez, integrou o grupo que clonou Superboy e criou Páreo.

Nenhum comentário: