26 de fev de 2011

Ron Evers


Sentindo-se confinado em casa, aos 8 anos de idade, Victor Stone procurou conhecer a noite e explorar a cidade. Certa noite, ele foi salvo de um atropelamento por um garoto de rua chamado Ron Evers. Assim que ficaram amigos, Ron provou ser má influência ao jovem Victor. Ao saber dessa amizade, Silas Stone proibiu o relacionamento de seu filho com Ron, mas Victor continuou, assim mesmo, amigo do garoto, pois não tinha outro a não ser este.

Entetanto, enquanto Vic continuou os estudos, Ron tentou recrutar Vic num plano de explodir o prédio das Nações Unidas. Ao invés de ajudar seu amigo, Vic preveniu a explosão. Durante este momento, Ron se viu segurando-se na beirada do prédio, minutos antes da bomba explodir. Fazendo uma difícil escolha, Vic preferiu impedir que a bomba destruísse o prédio, deixando seu amigo cair do edifício para a morte.

Na verdade, Ron não morreu. Ele foi salvo da morte por agentes-negros de uma organização governamental e se tornou parte do Projeto M. Liderado pelo misterioso Sr. Orr, o Projeto M era um programa experimental de super-soldados, que utilizava da tecnologia de Cyborg em aplicações militares. O projeto resultou nas criações de Equus, um ser vivo criado artificialmente, e um grupo de Gnus cibernéticos. Ron se tornou cobaia para o projeto e foi fundido com aço de molibdêmio, além de polímeros especiais, da mesma forma que Cyborg. Os implantes também podiam ser controlados por Sr. Orr, caso o soldado passasse a desobedecê-lo.

Ron se tornou uma máquina assassina controlada e foi enviado ao Oriente Médio para uma série de testes de campo. Após testemunhar as atrocidades da guerra, Ron retornou aos Estados Unidos e tentou se tornar livre do Projeto M. Entretanto, Mr. Orr rejeitou o pedido, deixando o frustrado soldado procurar vingança àqueles que o tornaram um ciborgue. Logo depois de sua tentativa de destruir vários setores dos Lab. S.T.A.R. envolvidos com o Projeto M, Evers atacou Sarah Charles e seu noivo, DeShaun, pois estes eram cientistas envolvidos no projeto. As agressões de Ron, entretanto, foram contidas por Cyborg e pelos Titãs.

Mais tarde, Cyborg entrou em conflito com os companheiros de Ron, os Phantom Limbs - uma força especial cibernética criada pelo Sr. Orr. Após descobrir que o grupo era composto por vítimas, na verdade, Victor iniciou um programa deixado por seu pai. Este programa fez com que todo derivado cibernético dos trabalhos de Silas Stone fosse compatível apenas com seu DNA. Sarah Charles e DeShaun se retiraram do projeto, colocando, assim, um fim ao Projeto M, pelo menos por enquanto.

Na tentativa de assegurar que sua tecnologia não seria usada para extermínio, Vic substituiu as armas de Ron (e dos outros soldados) por próteses comuns. Isto deixou Ron irado com seu antigo amigo. Sem que Victor soubesse, um integrante dos Phantom Limbs, Blend, usou sua camuflagem para escapar da captura e entrou em contato com Ron, em seguida. Com a tecnologia ainda em Blend, este pode não ser o fim dos Phantom Limbs.

Certo tempo depois, Evers, aparentemente, despertou-se para a espiritualidade, tornando-se ministro de um radical seguimento religioso conhecido como "A Primeira Igreja da Anti-Tecnologia". Seus argumentos se baseiam em renegar toda forma de tecnologia, solicitando a seus seguidores que excluam todo e qualquer tipo de artefato eletrônico de suas vidas.

Assim, ele acabou encontrando-se novamente com Cyborg e confessou que na última batalha entre eles não apenas salvou sua vida como também sua alma. Ele, então, tentou persuadir Vic a desistir de sua dependência tecnológica para que pudesse ser salvo, em vão.

O velho amigo de Cyborg mantém sua Igreja em New York, na Cozinha do Inferno.

Poderes & Armas

Os componentes cibernéticos de Ron lhe garantiam superforça, resistência e durabilidade. Ele ainda podia transformar suas partes cibernéticas em vários tipos de armas, incluindo um poderoso gerador de som branco.

Nenhum comentário: