10 de mar de 2011

Nekron

O Universo já estava se contorcendo antes da Luz Viva (Entidade) tê-lo invadido. Durante séculos, desde que surgiu, a luz branca drenou a escuridão, mas as trevas se elevaram e conflitou a luz, que se dividiu, disseminando-se pelo Universo, propiciando a vida, mas temendo o escuro.

A Entidade foi jogada na Terra, onde se escondeu e criou a vida. Sua presença fez com que as Entidades de cada uma das Tropas surgisse. Os Guardiões do Universo acabaram escondendo este fato para proteger a Entidade, uma vez que se ela fosse atacada, todos os seres vivos no Universo seriam afetados.

Demorou eras, mas as trevas manifestaram seu próprio guardião, um defensor que assumiu a imagem coletiva que a vida concebia da morte: Nekron.

Nekron é a escuridão sapiente, o espaço entre átomos e planetas. Além disso, Nekron não possui alma, o que o impossibilita de ser julgado pelo Espectro.

Milênios mais tarde, Nekron passou a se comunicar com William Hand, o Mão Negra, estabelecendo um contanto com o mundo dos vivos. Mais tarde, durante a guerra contra a Tropa Sinestro, uma Guardiã do Universo foi subjugada pelo Antimonitor e com isso, ela passou a ter certa conexão com Nekron, o misterioso Guardião da Morte. Ela acabou se tornando Cicatriz, que a partir deste ponto, passou a dedicar sua missão à morte e escuridão. No fim desta guerra, Nekron aprisionou o Antimonitor dentro de uma Bateria Central Negra.

Cicatriz e seu Guardião guiaram Mão Negra no assassinato de sua família e em seu suicídio, com isso Mão Negra se tornou a materialização da Tropa dos Lanternas Negros, o arauto de Nekron. Em seguida, Nekron lançou inúmeros e massivos anéis negros em direção ao universo.

Assim, inúmeros heróis, vilões e pessoas conectadas a vários heróis, ressurgiram como Lanternas Negros. A cada assassinato cometido pelos Lanternas Negros, o nível energético destes aumentava. Após a morte de Detonador, o nível energético alcançou 100% e com isso, Nekron finalmente se revelou. Nekron, o Guardião das Trevas , revela que durante anos evitou que os heróis tivessem uma morte permanente. Enquanto os que voltaram pensavam que haviam ganhado uma segunda chance, eles eram na verdade agentes infiltrados esperando as ordens no momento exato. Em seguida, ele transforma os heróis que morreram e ressuscitaram em Lanternas Negros.

Enquanto todas as Tropas se uniam no espaço, Nekron e Mão Negra, ao assassinarem um dos Guardiões, revelam a Entidade e Nekron passa a atacá-la com o objetivo de extinguir toda a vida no Universo, devolvendo-o de volta à escuridão e silêncio total. Num ato totalmente egoísta, Sinestro se mescla à Entidade, mas logo é separado dela. Enquanto os membros das Tropas concentravam seus poderes contra a Bateria Central Negra, o Desafiador, que viajou entre diversos anéis negros aprendendo mais sobre os Lanternas Negros, conta que Nekron estabeleceu um elo com o mundo dos vivos: A única forma de detê-lo é ressuscitar Mão Negra.

Com isso, Hal Jordan usando o poder da Entidade, faz com os heróis ressuscitados se tornem a Tropa dos Lanternas Brancos, que ressuscita Mão Negra, que por sua vez, vomita anéis brancos que acabam destruindo Nekron.

Nenhum comentário: