14 de jun de 2016

Dan Abnett e Brett Booth falam sobre Wally West e os Titãs originais

Tradução de entrevista realizada por Tony ‘G-Man’ Guerrero para o site Comic Vine no link.

As coisas estão voltando ao que eram antes com DC Rebirth.



A essa altura, você já leu DC Universe: Rebirth. Você também já deve ter lido Titans Hunt e The Flash: Rebirth #1. Isso significa que você está ciente das mudanças em que o universo DC está passando e que há algo mais quando o universo dos Novos 52 foi criado. Se você não tem certeza do que estamos falando, pode ser melhor que você pare de ler agora e vá ler as revistas.

Com a verdade de que uma força oculta apagou um período de tempo dos personagens DC, vimos o retorno de Wally West e outros elementos familiares começaram a emergir. Conversamos com Dan Abnett e Brett Booth sobre as aventuras de Wally e tudo começa em Titans: Rebirth.


Comic Vine: Quando você começou a trabalhar em TITANS HUNT, você sabia que o levaria a TITANS?

Dan Abnett: Eu não fazia ideia. Honestamente eu não sabia. Fui convidado a fazer Titans Hunt, que era bem empolgante. Era uma oportunidade de reinventar e reconstruir uma história oculta dos Titãs nos Novos 52. Também era pra seguir mais a era da década de 60 de Nick Cardy que a era clássica de Perez e Wolfman. Queríamos resgatar um pouco daquele espírito e levar de volta ao início. Só quando comecei e a série progrediu, comecei a perguntar: “Posso fazer isso?”. Ocasionalmente eles respondiam: “Não, não pode.” Perguntava por que não, eles diziam: “Porque...”

Depois de um tempo, após duas ou três edições, eles finalmente começaram a me contar não oficialmente que algo grande iria acontecer na linha e Titans Hunt era um caminho pra isso. Era como um teste ou uma experiência, mas também era um preparo. Isso fez as coisas ficarem ainda mais interessantes. Começamos a ver o que deveríamos fazer e o que não deveríamos e o que deveríamos deixar pra depois.

Então, eu não sabia. Quando me convidaram pela primeira vez, parecia um teste em como construir uma continuidade que não existia em uma que existia e se divertir com os personagens.  De repente percebi que os astutos da DC tinham um plano maior em mente. Ficou muito empolgante. Acho que se tivessem me contado logo de cara, eu ficaria muito empolgado e não conseguiria escrever nada.


CV: Como é trabalhar com Wally West? Ele desapareceu por muito tempo, e é um personagem querido dos fãs. Agora ele está de volta.

Brett Booth: É um sonho se tornando realidade. Ele é meu personagem favorito e um dos favoritos do Dan também. Por finalmente trabalhar com ele e reintroduzi-lo na continuidade atual é satisfatoriamente inacreditável e divertido.

Abnett: Absolutamente. Acho que o encaramos tanto como leitores e fãs como criadores. Estamos compartilhando essa animação com tantos leitores antigos que estão deslumbrados de vê-lo de volta.



CV: Você sente alguma pressão?

[risos]

Booth: Oh, só alguma pressão. Teremos que ficar fora da mídia social por um tempo.

Abnett: Há a pressão profissional normal de fazer algo direito, acho. Não acho que teremos a chance de mostrar, mas a ausência de Wally em Titans Hunt foi proposital. Eu sabia que ele não estaria lá. Em certo ponto, achei que o traríamos de volta em Titans Hunt, mas então percebemos que seria bem melhor em Rebirth.

Se você olhar novamente, há coisas em Titans Hunt onde claramente o painel é desenhado e um personagem está faltando. Eles foram desenhados propositalmente para excluir o personagem. Há outras versões desenhadas com ele na esperança que em algum momento poderíamos mostrar esses eventos para ver como seria se aquele personagem não tivesse sido esquecido de nossas memórias coletivas.

É estranho, eu tenho trabalhado com Wally por oito edições antes de Rebirth, mas ele nunca apareceu nas páginas.


CV: Brett, o que você pode nos dizer sobre o desenho do uniforme?

Booth: Foi interessante. Eles disseram que queriam designs para todos os Titãs, exceto o Asa Noturna. Eles não me disseram, eu não sabia se ele seria o Kid Flash ou o Flash, então fiz um de cada. [risos] Fiz um com sua cabeça coberta e um com seu cabelo pra fora. Eles ficaram mais nesse porque parecia mais com o Kid Flash e fizeram algumas modificações nos raios do cinto e das luvas. Quando foi escolhido, começaram a falar das cores. Eles ficaram com o vermelho em dois tons. Fiquei preocupado que os raios não fossem grandes para aparecer no vermelho, então eu refiz e afinei, adicionando algumas linhas para aparecerem ainda mais. Foi isso.

Os outros foram mais fáceis. Sina [Lilith Clay], acho que fizemos dois pra ela. Tínhamos desenhado ela em seu outro uniforme e eu recebi um e-mail do Alex [Antone] que diziam querer revisitar o outro uniforme. Eram dois dias antes do evento na WonderCon e eu fiquei: “Oh, droga.” Teríamos que desenhar a capa novamente a não ser que pudéssemos tirá-la. Eu disse: “E se só colocássemos uma capa nela?” Fiz um rápido rascunho mas não gostei, então voltei atrás e refiz tudo.

Eles a queriam mais mística e o uniforme que ela tinha não combinava com misticismo. Era mais de rua, do tipo de uniforme do Batman. Eles queriam voltar ao que ela era originalmente. Porque seu uniforme era simples no início, não foi difícil.


CV: Onde começa a revista? É logo após Titans Hunt e DC Universe: Rebirth?

Abnett: É, acho que tem que ser. Definitivamente tem que ser. Rebirth foi uma história tão explosiva, ameaçadora, chocante, surpresa e com Wally no meio. Estar com a custódia da revista que mostra o que Wally está fazendo quando ele volta ao universo DC,se fizéssemos uma  história do Irmão Sangue no lugar, acho que as pessoas ficariam espantadas. Elas querem saber o acontece depois. É uma grande história e estamos embarcando. Por “grande história”, quero dizer uma grande história do Universo DC. Titans está no olho do furacão. Refletimos os eventos do especial particularmente bastante na história de abertura.

Embora eu não esteja num ponto onde fique intrusivo e exposto a novos leitores, se você ler Titans Hunt, é uma boa introdução para o que estamos fazendo aqui. Mostra o que estamos construindo e tem referências. Se você leu, saberá do que se trata. Se não leu, não importa muito porque você ainda entenderá o que está acontecendo.


CV: Descobriremos onde Wally conseguiu seu novo uniforme? [Nota: essa entrevista foi conduzida antes do lançamento de Flash: Rebirth]

Abnett: Descobriremos! Sim, descobriremos!


CV: Vocês estão lidando com esses personagens como sendo suas novas versões, as velhas versões ou a combinação das duas?

Abnett: Acho que a combinação das duas é a maneira mais simples de dizer. Pelo que sei, eles são os personagens clássicos. Eles são os personagens do legado. O que longe eles vão que continuidade você considera depende do seu ponto de vista como leitor. Essas são as encarnações daqueles personagens no universo DC agora. Eles acabaram de descobrir que tem áreas de continuidade em seus passados que estão faltando. Eles são o artigo definido. Eles não são uma espécie de versões reinventadas. Isso é enormemente divertido. Sentimos a conexão a eles como velhos fãs e leitores.

Booth: Eu tive que voltar. A minha imagem mental de alguns personagens eram baseadas nos Novos 52. Assim que Wally começou a interagir e eles recuperaram suas memórias, eu meio que mudei a forma que os desenho. Aqualad [Garth] sempre foi raivoso, mas quando ele conversa com Wally, ele é um pouco mais feliz. Donna Troy é uma personagem muito estoica. Quando Wally interage com ela e ela recupera sua memória, ela se torna mais amável como sempre foi.

Abnett: Eu escrevi Garth e Donna revoltados porque foi isso que vimos deles nos Novos 52. Garth tinha esse peso nos ombros sobre ser um Atlante mal compreendido.  Donna, a essa altura, seu passado era misterioso, sombrio e artificial. Ocorreu-me durante Titans Hunt, que uma maneira de animar esses personagens seria dando a eles amigos que eles não sabiam que já tinham. Era uma maneira de conectá-los com a equipe.

Ao trazermos Wally, o ingrediente crucial que faltava no mix, permitiu que eles ficassem mais amigáveis, interessantes e engraçados simplesmente porque tinham pedaços deles de volta. Trabalhando com suas versões raivosas que herdei no começo de Titans Hunt, em vez de mudar imediatamente, decidi usar isso e aliviar aos poucos. Em vez de escrevê-los como personagens diferentes, isso mostra que a natureza de suas personalidades é parte da história que estamos contando.
 

CV: Eles vão passar o tempo juntos ou vão viver suas vidas separadas e se juntar apenas quando surgir alguma missão?

Abnett: Definitivamente eles são um bando de amigos. É como Friends, filmado em frente a uma audiência. Eles são uma equipe unida.


CV: Então Wally será chamado de Flash agora junto com Barry Allen?

Abnett: Até que se diga o contrário, ele é o Flash. Há vários exemplos na história do universo DC em que mostra mais de um Flash e mais de um Lanterna Verde. Há precedente para que tenha mais de um. Obviamente uma das razões que seu uniforme seja diferente é para diferenciá-lo do outro Flash e do Kid Flash no Universo DC. Prometemos que ele não receberá um ridículo nome diferente apenas para ter um nome diferente. Nós mudaremos seu nome para Jennifer... [risos]


Titans: Rebirth #1 será lançado nesta quarta-feira (15/06) nos EUA.

Nenhum comentário: