26 de ago de 2007

Capitão Marvel


Tudo começou nas escavações da pirâmide de Ramsés II, Egito. Theo Adam, Clarence Charles Batson e sua esposa, Marilyn, membros de uma expedição financiada pelo milionário Dr. Silvana, aventuraram-se na pirâmide, e encontraram uma câmara oculta dedicada a um desconhecido mago chamado SHAZAM. Por ganância, Theo Adam assassinou seus companheiros e levou uma jóia em forma de escaravelho para o Dr. Silvana, que se encarregou de acobertá-lo.

O casal Batson deixou dois órfãos, a menina Mary, que também estava no Egito e desapareceu misteriosamente, e Billy, proibido de viajar por causa de suas baixas notas escolares. As crianças foram criadas separadas, cada um desconhecendo a situação da outra. Mary foi adotada pela família Bromfield, enquanto Billy, ficou aos cuidados de seu tio Ebenezer. Entretanto o tio de Billy apenas pegou o dinheiro de Billy para si mesmo, e jogou o menino na rua. O jovem órfão passou a dormir nas calçadas de Fawcett City, vendendo jornais nos semáforos para sobreviver.

Certo dia, Billy Batson seguiu uma figura misteriosa até uma estação de metrô e, repentinamente, se viu na Pedra da Eternidade, lar do mago Shazam. Lá, o ancião lhe conferiu a sabedoria de Salomão, a força de Hércules, a resistência de Atlas, o poder de Zeus, a coragem de Aquiles e a velocidade de Mercúrio, transformando-o no Capitão Marvel. A partir daquele momento, toda vez que Billy Batson pronunciasse o nome do mago, ele se transformaria no Mortal Mais Poderoso da Terra.

Confuso a princípio, o jovem teve problemas em aceitar a novidade, bem como para se adaptar aos incríveis poderes de seu alter ego. Mesmo assim, ele conseguiu evitar um atentado à rádio WHIZ, prendendo os responsáveis em seguida. Mas este incidente seria só o começo de uma sucessão de aventuras.., e ameaças. Theo Adam, o assassino dos pais de Billy, descobriu que na verdade era Teth-Adam, um príncipe egípcio que havia servido ao mago Shazam e, infelizmente, se corrompido. Recuperada a memória, Theo pronunciou a palavra mágica e se transformou em Adão Negro, um vilão de poder equivalente ao do Capitão. Mesmo inexperiente, o herói derrotou sua versão corrompida no primeiro confronto, e o mago Shazam fez com que Theo Adam ficasse mudo, perdendo assim a capacidade de se transformar.

Apesar de sua relutância, e hesitação inicial, Billy adaptou-se rapidamente ao papel de Capitão Marvel, assumindo o seu lugar entre os heróis do universo DC. Por algum tempo, trabalhou na Liga da Justiça Internacional, mas logo deixou a equipe sentindo que seus esforços seriam mais bem empregados a serviços da proteção de Fawcett City. Logo depois de sua volta à Fawcett, Billy encontrou sua irmã Mary e se revelou a ela, dando-lhe parte de seu poder. Agora sempre que disser a “Shazam”, ela é transformada pela mesma energia mística em Mary Marvel.

Quando os Marvels enfrentaram o reanimado Capitão Nazista, um espectador, Freddy Freeman, foi aleijado quando o vilão se chocou com ele. Sentindo-se responsáveis pelo estado dele, os dois heróis entregaram parte de seu poder para Freddy. Agora, sempre que ele diz as palavras “Capitão Marvel”, ele se transforma em Capitão Marvel Jr., o adolescente super poderoso de Fawcett.

Billy, também percebeu que ser um herói não é só diversão, e foi parcialmente responsável pela chegada na Terra de uma minhoca venusiana, Sr. Cérebro. Além disso, seu relacionamento com Capitão Marvel Jr. piorou, e Freddy trocou Fawcett por Nova Iorque, procurando encontrar o seu próprio caminho.

Recentemente, a vida de Billy virou de cabeça para baixo, quando Silvana utilizou meios místicos para reescrever a história e impedir que Theo Adam matasse os pais de Billy e Mary. Como resultado, os pais de Billy receberam os poderes de Shazam e se tornaram o casal de super-heróis de Fawcett City. Entretanto, Shazam percebeu que havia algo errado com essa linha temporal alternativa e, no final, o pai de Billy corrigiu a manipulação de Silvana, apagando a si mesmo e a mãe de Billy da linha temporal. Tendo notado o que aconteceu, Shazam cuidou para que a história fosse alterada de forma que Billy também tivesse sido adotado pelos pais adotivos de Mary, os Bromfields.

Após os eventos de Crise Infinita, quando o Mago Shazam morreu, Billy tornou-se o novo Mago.

Billy é portador do poder de Shazam, que extrai energia da sabedoria de Salomão, da força de Hércules, do vigor de Atlas, do poder de Zeus, da coragem de Aquiles e da velocidade de Mercúrio. Assim, ele tem a capacidade de voar, super-força e outros poderes.

Um comentário:

.: Sr Martinz :. disse...

Saudações!

Muito bom este post, e quero fazer um adendo: Partindo da premissa que o Might Marvel (sim o nome dele deveria ser esse e não a ridícula patente militar de Capitão...) tem a velocidade de Mercúrio/Hermes e este por sua vez é um Deus, logo, assim como mostrado em justice, Mighty Marvel É MAIS RÁPIDO DO QUE O FLASH, pois nenhum humano pode ser mais rápido do que um Deus. Isso vale para Wonder Woman também, mas fica pra outro tópico. Meu ponto é que A DC sempre teve problemas com padrôes: Mr Terrific É o mais inteligente da DC, mas insistem em dizer que ele é o 3rd Smartest Man... A DC fez coisas legais no Trials Of Shazam, ao evoluir o Billt ao Status de Mago, mas o Freddy como Capitão Marvel não colou. Eu insisto em dizer que o correto seria Mighty Marvel (lembra que antes tinhamos o Mighty Adam?)Marvel Lad e Marvel Lady ou Shazam, Mary Marvel e Freddy Marvel. mas aí aguentem as piadas de A velocidade de "Freddy Mercury..." Enfim, sou um grande fã dos Marvel e sei que são muito mais poderosos e emblemáticos do que o "Moisético" superman, só trocaram o rio nilo pela via-láctea. Comparações são inevitáveis,para saná-las basta dar identidates distintas aos personagens. SUPER = Visão raios X Marvel = Plano espiritual, ver auras etc.

Bem é isso, amo este blog e espero que tenham gostado.

T.: F.: A.: