29 de nov de 2007

Turma Titã II - Remanescentes

A Turma Titã II foi criada na década de 90 por Dan Jurgens. Os anos 90 são a fase que a maioria dos fãs de quadrinhos prefere esquecer. Todos torceram o nariz quando Jurgens trouxe uma nova visão para os Titãs, logo após a fase Wolfman/Pérez ter sido terminada.
Durante a fase de produção, Dan Jurgens queria o Asa Noturna como monitor dos adolescentes, mas a Editora DC não permitiu, alegando que Dick já possuía sua própria revista e não caberia na proposta do novo grupo. Então, Jurgens resolveu trazer elementos de algumas fases dos Titãs, como o Sr. Júpiter (mantenedor da Turma Titã original por um período), Lilith (sempre aliada do grupo), Mad Mod (antigo vilão, agora aliado), Eléktron (rejuvenescido durante os eventos de Zero Hora) e, mais tarde, o Arsenal. Júpiter oferecia os recursos necessários para manter o grupo unido, incluindo um Quartel General em Metrópolis. Lilith retornou como Sina (Sim! Para nos dar um gostinho de Ravena!) e, mais tarde, foi revelado que Sr. Júpiter era seu pai.

Mas o que estes novos personagens teriam de diferente? A proposta era que, por um motivo comum, eles se uniriam como Titãs, embora fossem completamente diferentes entre si. Todos nasceram no dia 19 de junho e passariam a manifestar seus poderes em seu 16° aniversário, quando seriam abduzidos para a nave da raça responsável por suas origens (H'San Natall).
Não é necessário falar sobre a trajetória de cada um deles, até porque o objetivo deste artigo é analisar a importância desta fase dos Titãs para a atual fase. Os novos personagens eram Argenta, Joto, Risco, Prisma e Limite. O Eléktron foi apenas uma adição para o grupo. Esses Titãs eram muito diferentes entre si, como dito antes: Argenta, uma patricinha rica, filha de um senador americano - corrupto, por sinal - tinha como contraste a garotinha ingênua e de alma gentil, Prisma. Joto, um afro descendente genial, calmo e tático, que possui o poder de controlar o fogo se contrastava com Risco, um garoto impulsivo, com passado quase criminoso e "mulherengo".

Mais tarde tiveram a orientação de Arsenal, mas isso não foi o suficiente para manter o grupo unido (entenda como vendas, na realidade!). Eles debandaram como qualquer outra fase dos Titãs, mas deixaram grandes personagens.
Na verdade, eu não via nada em Prisma ou Limite. Para mim, apenas Joto, Argenta e Risco tinham potencial para continuar. Isso ficou evidente quando Argenta foi recrutada para uma nova formação dos Titãs. Mesmo assim, Risco e Joto ficaram engavetados ou no limbo por muito tempo. Risco foi citado como um bandido, que cometia delitos comuns, enquanto Joto estudava química na Universidade de Ivyton.
Tempos depois, o desenho animado "Jovens Titãs" passou a ser um sucesso entre a garotada. Devido a isso, vários personagens foram utilizados no desenho. Joto foi um deles. No desenho animado, Joto era Hot Spot, com um novo visual e novos poderes. Isso acabou influenciando os quadrinhos, quando Joto se uniu aos Titãs durante o evento conhecido como "52", adotando o mesmo visual e nome que no desenho animado.

Risco, por sua vez, ajudou os Titãs contra o Superboy Primordial em Crise Infinita. Mas a um custo bem alto, pois o Superboy Primordial arrancou seu braço esquerdo. Com o tempo, Risco se ressentiu por não ter apoio dos Titãs e uniu-se ao Exterminador. Após a derrota do grupo de Slade - Titãs do Leste - Risco reapareceu novamente em uma batalha contra o mesmo Super que arrancara seu braço esquerdo. Como em uma comédia dantesca, Superboy Primordial arrancou o outro braço de Risco. Não sabemos se Risco sobreviveu ao ataque, mas todos devemos admitir que ele tem motivos de sobra para ser um eterno frustrado.
Prisma e Limite estavam na órbita de Saturno desde quando a Turma Titã II se debandou. Ajudaram, entretanto, os Titãs quando Cyberion tentou dominar a Lua. Desde então, não foram mais vistos. Exceto por Prisma que, recentemente, apareceu como membro dos Titãs do Futuro, liderados por Luthor. Mas não se sabe como a Prisma do presente se encontra.
Todos os elementos citados acima nos levam a considerar a importância destes personagens no universo dos Titãs. Claro que algumas pessoas não gostam de determinado personagem, mas acho que pelo menos Argenta, Hot Spot e Risco poderiam ter mais uma chance fora do Limbo. Afinal, eles são Titãs e, uma vez Titã, sempre Titã.

Autor: Victor Valença.

5 comentários:

Tar Aquino disse...

Ei, Victor...
Adorei o texto...
Concordo com vc em relacao a estes titans.

México McVilla disse...

É bom ver gente que gosta de coisas que a maioria não gosta!
Precisamos nos falar mais seguido! hehehehe

Titanic disse...

Gostaria de parabenizar o autor por discorrer sobre os Titãs desta fase. Obrigado, afinal nos forneceu informações que eu não conhecia.

Leo Ribeiro disse...

Victor, parabéns pelo seu texto! Com certeza, interessante as informações que vc traz, e está muito bem escrito! Espero ver outros!

Vic Valença disse...

Ahahah. Agora que vi que lançaram meu texto!
Obrigado, pessoal.
Muito obrigado mesmo!