22 de abr de 2010

Os Titãs contra as drogas


Nos anos 70/80, o mundo presenciava as drogas matarem a juventude. Jovens viciados morriam a cada dia. Era preciso combater essa onda viciosa e, para isso, foram usados vários meios de comunicação, inclusive os quadrinhos. Tudo começou quando Marvel e DC desafiaram o Comic Code Authority (criado graças ao livro A Sedução do Inocente de Fredric Wertham). A Marvel com Homem Aranha e a DC, com Arqueiro Verde & Lanterna Verde - essas duas HQs mostram personagens que se tornaram viciados, Harry Osborn(Marvel) e Roy Harper, o Ricardito dos Novos Titãs.

Em 1983, o governo dos Estados Unidos, decidiu fazer uma campanha de conscientização, tendo como público alvo os jovens, para isso o governo pretendia usar personagens famosos de HQs, que eram Batman e Superman - os que estavam indisponíveis no momento, - , e foi quando a DC sugeriu os Novos Titãs, pois os heróis eram mais próximos da faixa etária a que se destinava a campanha e além disso era o título que mais vendia na época.

Foram distribuídos às escolas kits com gibis dos Novos Titãs, que informavam os perigos do consumo de drogas. O material foi produzido pela DC com a fabricante de biscoito Keebler. Os personagens que formavam o grupo nas histórias eram: Estelar, Ravena, Cyborg, Mutano, Moça Maravilha e Ricardito (que nessas histórias fala de seu vício).

Curiosamente, Robin não estava na formação, pois, seus direitos autorais pertenciam à rival da Keebler, Nabisco. Para seu lugar foi criado o Protetor (Jason Hart), mas isso acarretou um grande problema: parte do material já estava pronto com participação de Robin. Então, foi contratado Dave Manak para criar o substituto de Robin.


As histórias foram feitas por George Pérez e Marv Wolfman.

Ainda foi feito um comercial de 60 segundos pela Hanna-Barbera, seguido a duas versões de 20, e outra de 30 segundos.



Curiosidade: Protetor chegou a aparecer em CRISE INFINITA 5, na parte do culto e, em THE TITANS SECRET FILES E ORIGINS #02 (Outubro de 2000), durante a festa de recrutamento para TITANS L.A..

Nenhum comentário: