5 de jul de 2010

Baú dos Titãs: Os Titãs em DC UM MILHÃO

A mini-série DC:UM MILHÃO escrita por Grant Morrison e desenhada por Val Semeiks, apresentou uma visão do Universo DC no século 853.A premissa da série era imaginar o Universo DC no mês em que teoricamente seria publicada a milionésima edição de Action Comics, a revista que lançou o Superman.

O núcleo do evento foi uma mini-série em quatro edições, na qual a Legião da Justiça A volta no tempo para convidar a Liga da Justiça do século 20 para as festividades do retorno do Superman I (Superman original ou Superman Primordial) do Sol, depois de milênios de estadia dentro dele (este Superman é nada mais do que o Superman do nosso presente).

Preocupados com a segurança da Terra, a Legião da Justiça A decide substituir a LJA no posto de defender o universo, enquanto eles vão para o futuro.

Porém, um vírus instalado por Vandal Savage no Homem-Hora do século 853 é liberado pelo mundo, sendo letal tanto para máquinas quanto para humanos.A Liga da Justiça da América do século 20 e a Legião da Justiça A cooperaram para acabar com o plano do supervilão Vandal Savage (que, sendo praticamente imortal, existe em ambos os séculos bem como em todos os séculos entre eles) e destruir o futuro inimigo do Superman: Solaris, um Supercomputador/Estrela.

Todas as séries publicadas pela DC também colocaram uma edição única numerada #1.000.000, que mostrava o envolvimento dos personagens na trama central ou mostrava o que seus descendentes/sucessores estavam fazendo no século 853.

Entre essas edições estava as revistas de Robin, Impulso, Superboy e Justiça Jovem (Os Titãs não possuíam título na época, por isso não tiveram uma edição #1.000.000). Nelas foram mostradas as versões do século 853 dos jovens heróis...Vamos conferi-las:

Legião da Justiça T:

Uma das várias subdivisões da Legião da Justiça é uma versão futura da Justiça Jovem, composta por versões do Século 853 de Robin III, Impulso e Superboy:
Robin, o garoto-brinquedo prodígio: Parceiro do Batman do século 853, grande herói e diretor-governador do planeta-prisão Plutão. Robin foi construído com as memórias de criança do próprio Batman.

Superboy: O milionésimo clone de Kon-el vive no século 853 e é membro da Legião da Justiça S, composta exclusivamente por clones do Superboy.

Também conhecido como Superboy Omac, por ter aparência idêntica ao OMAC original.


Impulso: Mesmo que seus próprios companheiros de equipe pouco saibam sobre sua origem, ele não parece se importar com isso.

Acredita-se que este Impulso é a “personificação de pensamentos aleatórios de vários velocistas que percorreram a Força de Aceleração". Ele tem uma personalidade similar ao Impulso original, em termos de atenção e de planejamento (ou falta dela).

É possível também que ele seja um dos avatares do impulso original, enviado pelo futuro.

Impulso parece ser feito de pura energia, e podem engatar um "passeio" dentro do cérebro de outras pessoas (biológico ou eletrônico). A extensão de sua velocidade é desconhecida.

Legião da Justiça B:

Esta subdivisão da Legião da Justiça é baseada nos Titãs. É composta por versões futurísticas de: Asa Noturna, Tróia, Aqualad, Arsenal e Joto:


Tróia: Uma versão jovem da Mulher Maravilha do século 853, com a mesma aparência e vestimenta, só que mais jovem.

Asa Noturna: Um tipo de híbrido entre Morcego e Humano, um morcego humanóide. Possui um grito sônico e é capaz de voar.

Arsenal: Um robô munido de energia e armas. Durante a batalha na Fortaleza da Solidão no século 853 foi destruído, mas sua companheira de equipe Tróia revelou que ele tem sistemas de auto-reparo.

Aqualad: Um jovem feito de água, capaz de se tornar fluidos capazes de até retratar e neutralizar feixes de laser.

Joto: Pouco se sabe sobre esta versão futurística de Joto, já que ele morreu em um acidente ocorrido na câmara de teletransporte.

Todas essas versões futurísticas dos Titãs lutaram contra Solaris na grande batalha final, onde os heróis vencem os dois vilões e curam a humanidade no século 20.

É importante também mencionar a participação dos Titãs do século 20 na estória, já que alguns de seus membros: Arsenal, Supergirl (Matriz) e Jesse Quick tiveram participação importantes e, além disso, na saga foram mostrados muitos encontros legais como: Impulso encontrando o Flash do século 853, assim como o encontro de Asa Noturna e o Batman do futuro.

Um comentário:

Rodrigo Garrit disse...

Parabéns pelo post, Gustavo, como sempre vc arrasa!!!