30 de nov de 2010

Ísis - Adrianna Tomaz


Quando a Intergangue expandiu seu poder além dos mares chegando no Egito, Amon Tomaz e sua irmã, Adrianna, foram capturados pela organização junto a outras pessoas. Enquanto Amon permaneceu prisioneiro, sua irmã foi enviada a Kahndaq como um “presente” para seu governante, Adão Negro, que ficou impressionado com o temperamento dela. Assim, pediu ao Capitão Marvel que a abençoasse com os poderes de uma deusa. Portando um amuleto antigo e dizendo “Sou Ísis”, Adrianna transformou-se na deusa. Logo depois, Adão e Adrianna se apaixonaram e se casaram.

Após o casamento, ela saiu à procura de seu irmão. Adão Negro e Ísis localizaram Amon no Yemen, onde a Intergangue estava tentando recrutar novos soldados, utilizando lavagem cerebral e tortura. Após certa resistência, Amon foi duramente torturado e deixado à morte. Observando o garoto em agonia devido aos graves ferimentos, Adão Negro decidiu compartilhar uma porção de seu poder com seu cunhado.

Mais tarde, Ísis foi assassinada pelo Cavaleiro Pestilência, durante a invasão dos Quatro Cavaleiros do Apocalipse a Kahndaq.

Tal fato fez com que Adão Negro ficasse mais revoltado e violento, desencadeando uma guerra mundial, a 3ª. Todos os heróis do planeta se uniram para deter o tirano, que teve sua palavra mágica modificada.

Sem poderes e tentando descobrir a nova palavra, Adam decidiu levar o corpo de sua falecida esposa para jogá-lo no Poço de Lázaro, na tentativa de trazê-la de volta à vida. Porém, o processo acabou falhando, devido à ausência de um dedo de Ísis. Irado, ele decide procurar o Amuleto de Ísis trazê-la de volta. Adão rumou à Torre do Senhor Destino à procura dele. Lá, ele encontra um aprisionado Felix Fausto.

Ele acaba firmando um acordo com Fausto, que prometeu trazer Ísis de volta caso Adam recuperasse os pedaços perdidos do amuleto.

Através da magia de Fausto, Adam drena uma parcela da magia residual dos ossos de Ísis e, ao gritar o nome dela, se torna novamente o Adão Negro. Porém, Fausto adverte que caso ele se transformasse muito seria impossível realizar a ressurreição de Ísis. Adam consegue todas os pedaços e sem querer descobre que a palavra mágica nova era “Chocolate Espumante”. Adão acaba sendo enganado, pois Fausto trocou o esqueleto dela pelo de Ralph Dibny, que estava na Torre. Adam acaba pensando que ele foi o culpado por tanto ter se transformado. Fausto, então com o amuleto, acaba ressuscitando Ísis e faz dela sua escrava sexual e foge da Torre.

Mary Marvel, que estava sem poderes na época, acabou encontrando Adão Negro, sem poderes, na embaixada do Kanhdaq em Gotham, onde ela recebeu os poderes dele. Porém, logo depois esses poderes voltaram a Adam que achou sinais que Ísis estava viva. Seguindo essas pistas, encontrou Felix e Ísis. Ao ser libertada de seu domínio mental, Ísis decidiu não matar Felix e sim arrancar seu pênis. Os dois destronam Billy da Pedra da Eternidade e voltam ao Kanhdaq. Com a ajuda da SJA, Billy foi atrás dos dois. Durante a batalha, Ísis se mostrou enlouquecida e violenta.


Enquanto isso, o fantasma do pai de Billy levou Joel Ciclone até a Pedra da Finalidade, onde trouxeram a estátua do Mago Shazam à Terra. Adam percebeu que aquela não era Ísis que ele amava e decidiu libertar Shazam de sua condição de estátua pra derrotá-la, porém um irado Shazam não só tirou os poderes de Teo e de Ísis, como os transformou em estátuas. Atualmente, Osíris tenta achar uma forma de salvar os dois.

Um comentário:

Nícolas disse...

Por que ele num simplesmente fala "Shazam" e destransforma os dois?
Não é assim que todos os problemas são resolvidos na Família Marvel?