5 de dez de 2007

Cerdian

Nome: Cerdian

Status: Relacionamentos

Informações: Cerdian é o filho de Tempest e Dolphin. Infelizmente, a criança veio a falecer durante o ataque de Espectro à Atlântida.

Conexões: TempestDolphinAtlântida


Imagem Recente:


História


Uma nova família

Logo depois de se tornar Tempest, Garth se apaixonou por Delfim, que, por sua vez, ainda estava com Aquaman naquele momento. Assim, ela terminou com o Rei de Atlântida, que acabou abençoando a união dos dois. Logo em seguida, Delfim revelou a Garth que teriam um filho. Então, se casaram e, em seguida, Cerdian nasceu.

ACIMA: Tempest descobre que Delfim está grávida em AQUAMAN #55 [1999].
ABAIXO: Garth e Delfim celebram o nascimento de Cerdian em AQUAMAN #63 [2000].

Delfim deu à luz um filho, batizado de Cerdian por Aquaman, em homenagem ao país da superfície, Cerdia. Com as obrigações intensas nos Titãs, Garth passou a ter problemas com sua família e, para balancear seu trabalho, Delfim mudou-se para a Torre Titã com Cerdian.

Mais tarde, a Torre foi destruída e Garth quase foi morto por uma droga oriunda do Mundo Químico. Após estes eventos, Delfim insistiu que Garth se retirasse dos Titãs, com sucesso.

ACIMA: Cerdian é batizado em AQUAMAN #70 [2001].
ABAIXO: Delfim e Cerdian se mudam para a Torre Titã em TITANS #29 [2001].


Grandes perdas

Garth, então, retornou com sua família para Nova Atlântida, onde ficou sob suspeita dos novos governantes. Deixando sua esposa e filho para trás, Tempest usou sua magia para escapar, buscando a ajuda de Aquaman. Tempos depois, Atlântida foi atacada pelo Espectro, que estava louco quando perdeu seu hospedeiro humano. Com Atlântida destruída, Tempest e sua família desapareceram.

Mais tarde, Tempest retornou sem poderes e procurou incansavelmente por sua família. Entretanto, para seu desgosto, descobriu que Delfim e Cerdian foram mortos enquanto procuravam proteção.



Tempest lamenta as mortes de Delfim e Cerdian em TITANS #15 [2010].


Poderes & Habilidades


Como seu pai, os olhos de Cerdian também eram púrpuras, um sinal de grande poder.


Leitura Essencial


Aquaman #63 [2000]: No futuro, uma garota chamada Donna escreve as Crônicas de Atlântida e entra em contato com Tempest para esclarecer a história. Tempest começa relatando a guerra com Cerdia. Concomitantemente, no presente, Delfim dá à luz o filho de Tempest. O arco "Guerra de Cérdia" conclui no número #68. Nascimento de Cerdian, o filho de Garth.

Aquaman #70 [2001]: Garth batiza seu filho de Cerdian.

Titans #29-30 [2001]: Delfim e Cerdian se mudam para a Torre Titã.

Titans #47 [2003]: Delfim insiste que Garth deixe os Titãs.

Infinite Crisis #2-3 e Aquaman #37:[2006]:Tempest e um grupo de místicos lutam para defender Atlântida, mas são atacados pelo insadecido Espectro. Durante a batalha, Espectro esmaga Atlântida, assassinando vários de seus habitantes. Mortes de Delfim e Cerdian, embora isso tenha sido confirmado anos depois, em Titans #15 (2009).

Aquaman #38:[2006]: Aquaman e Aquagirl lamentam a destruição de Atlântida e as mortes de Koryak e Vulko. Delfim e Cerdian permanecem desaparecidos.

Titans #15 [2009]: Após descobrir os corpos de Delfim e Cerdian, nas ruínas de Atlântida, Tempest pondera sobre seu futuro. Slizzath retorna com o aviso da chegada dos Lanternas Negros. Após alguma reflexão, Tempest assume seu papel como líder de Atlântida. Mortes de Cerdian e Delfim confirmadas.


Noite Sombria


Em uma entrevista dada à Torre Titã [Set. 2010] Krul falou sobre Tempest e seu destino.

Nunca vi Garth como um fracote. Sempre tentaram diferenciá-lo de Aquaman, mas na edição escrita por mim, tentei trazer o verdadeiro herói que o personagem realmente é. Não me refiro a habilidades, mas, sim, ao seu papel, particularmente. Eu sabia do destino de Garth, óbvio. Mas meu objetivo era dar-lhe seu momento – deixar os leitores saborearem o potencial do personagem e o que ele poderia ter se tornado.

Em relação às mortes de Delfim e Cerdian, nós, na DC, conversamos muito sobre isso. Sempre que começo a escrever, uma imagem vem à cabeça – meio que pula sobre você. Assim, tudo começa a fluir deste momento. Na estória de Tempest, eu visualizei Garth nadando através de Atlântida com sua família, enquanto notaríamos a fauna marinha ao fundo. Achei uma imagem poderosa. Então, colocamos Garth nadando solitário, mas com o peso sobre seus ombros, o peso da perda, como em um funeral, por exemplo. Era inevitável que ambos estivessem mortos, infelizmente.

Tempest, Cerdian e Delfim por Tarcísio Aquino [2011]




Nenhum comentário: