1 de abr de 2011

Questão de Opinião: Bad girls gone good

Ou "Como uma coisa leva às outras" - Parte V


De todos os personagens mais novos que passaram pelo título dos Novos Titãs desde a Crise Infinita, Rose Wilson foi uma das que teve maior destaque, para o bem ou para o mau. Não que ela fosse totalmente nova no universo dos Titãs, mas ela estava, como direi, Devastadora.

Inicialmente Rose Wilson era protegida dos Titãs e atuava como babá da pequena Lian Harper, filha do então Arsenal. Durante seu período na equipe, Rose teve contato com Bart Allen, na época o herói Impulso, hoje seu colega nos Novos Titãs. Mas a vida de Rose não foi um mar de rosas. A vida nunca é fácil para um filho de Slade, o vilão Exterminador.

Drogada por seu pai, Rose atacou e enfrentou os Novos Titãs e foi capaz de furar seu próprio olho. Rose matou. Ela não era uma boa menina enquanto esteve ao lado de seu pai e assumiu sua identidade como Devastadora, um nome já estava na família Wilson há alguns anos.

Após o ano perdido, ficamos sabendo que agora, sim, ela era uma boa menina. Pelo menos era o que Rose dizia. Ao lado de seu amigo Demônio Vermelho, Rose tentou ser uma Titã. Mesmo com seu currículo, Tim Drake, então Robin e líder da equipe, a aceitou pois viu o potencial que possuía e, provavelmente, com sua capacidade pré-cognitiva e habilidade de luta ela seria melhor como parceira do que como inimiga. E então Rose fez parte de uma das formações mais estranhas da Turma Titã III, ao lado de veteranos como Cyborg, Ravena e seu ressuscitado irmão Jericó, e de novatos como ela, o então Kid Demônio e Miss Marte.

Rose, enfrentando a desconfianças de todos, principalmente de Tim e Cassie, foi tentando provar que era uma Titã, que era uma heroína, e não “a filha do Exterminador” ou uma assassina.


Meio capturada, meio aliada do Rei Relógio, ela lutou contra outros jovens super-poderosos, alguns ex-colegas, alguns desconhecidos e outros recém-chegados como Estática, na arena do Clube Lado Negro. Saiu de lá viciada em adrenalina
.
Em sua “segunda história” no título dos Novos Titãs, Rose enfrentou o tráfico de crianças e mulheres e mostrou uma moralidade muito peculiar em uma história que apesar de ter parte publicada na fase sofrível dos Novos Titãs, pré-Krul, vale a leitura.

Juntou-se aos Titãs novamente para tentar deter seu enlouquecido irmão, o mais próximo de uma família que a pobre garota tinha, e em seguida ao seu pai e irmão para se defender dos mortos da família Wilson durante a Noite mais Densa. Nesse dia a esperança reacendeu em seu coração já que sua mãe, Lili, não estava entre os Lanternas Negros que atacaram sua família. Com certeza esse é um dos motivos de Rose ter retornado aos Titãs, tentar reencontrar sua mãe. O outro é que, embora não admita, Rose necessita dos Titãs como sua família, para se manter nos trilhos.

Mesmo ainda fazendo tudo para provocar Cassie e o recém retornado Tim, essa é maneira da garota ter sua parcela de atenção e ser notada pelos demais, já que todos sabem, especialmente Cassie, que Rose é uma guerreira completa.

Resta saber ainda o quanto a outra equipe de “Titãs” atualmente em ação, liderada por Slade, afetará a vida e a estada de Rose entre seus colegas.

Uma coisa é preciso se dizer sobre Rose: ela desperta variadas emoções tantos entre os demais personagens quanto entre os fãs. Eu mesmo detestava Rose no início, e hoje, embora não possa dizer que morra de amores por ela, a respeito como personagem e sei do seu potencial para ser um dos grandes nomes dos Titãs. Entre os demais ela também já gerou sentimentos controversos, desde amor em Eddie, a medo em Jaime e repulsa em Cassie, além de muitos Titãs ainda não entenderem muito bem porque Cassie a chamou para a equipe, já que as duas nunca se entenderam muito bem.

Assim como os Homo magis de Coven of Three, Rose teve seu destaque no título dos Novos Titãs, mesmo não estando na equipe; assim como um dos Supers, Conner Kent, Rose hoje é uma integrante dos Titãs; assim como os AtlanTitãs Aquagirl e Lagoon Boy, ou como Agentes da Ordem e do Caos Rapina III e Kid Eternidade, ela é um dos Novíssimos Titãs, jovens heróis que tem um incrível potencial, se em mãos certas.

Nenhum comentário: